Waack: Aumento da Selic abre janela de oportunidade para Ministério da Economia

Medida pode favorece ações da pasta comandada por Paulo Guedes, como redução de tarifas de importação, melhora do ambiente de negócios e avanço de reformas

Da CNN, em São Paulo
18 de março de 2021 às 09:07 | Atualizado 18 de março de 2021 às 09:08

No quadro CNN Poder desta quinta-feira (18), na CNN Rádio, William Waack analisa a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central de aumentar em 0,75 ponto a taxa básica de juros do país, a Selic.

“A subida dos juros era esperada, mas ela veio forte porque o sinal que tinha que ser dado tinha que ser forte”, disse Waack.

Para ele, a elevação da Selic com a economia ainda apanhando da pandemia foi uma decisão complicada para a autoridade monetária brasileira, mas não parecia ter outra saída.

“O que está em jogo agora é restabelecer a confiança de que a política monetária no Brasil é séria e não podemos continuar vivendo com juros negativos, como estava acontecendo”, afirmou.

“Por outro lado, surge algum espaço para a economia se recuperar. Nesse ponto, nessa janela de oportunidade, o Ministério da Economia tenta colocar todas suas ações, reduzindo tarifas de importação, melhorando o ambiente de negócios, tratando de fazer com que as reformas andem”, explicou. 

“No fundo, essa subida de juros traduz muito a insegurança em relação ao que está acontecendo e uma aposta na janela do tempo. É sempre uma aposta complicada.”