Banco Central americano espera alta de preços nos EUA este ano, mas não inflação

"Achamos que haverá pressão de alta sobre os preços que pode ser repassada aos consumidores na forma de aumentos", disse Powell em evento do FMI

Ann Saphir, da Reuters
08 de abril de 2021 às 15:12
Jerome Powell
Foto: Yuri Gripas/Reuters

O chair do Federal Reserve, Jerome Powell, afirmou nesta quinta-feira (8) que o aumento nos gastos conforme a economia dos Estados Unidos reabre, junto com gargalos de oferta, deve elevar os preços este ano, mas não resultará no tipo de aumentos ano após ano que constituiria inflação.

"Achamos que haverá pressão de alta sobre os preços que pode ser repassada aos consumidores na forma de aumentos -- achamos que isso será temporário", disse Powell em evento do Fundo Monetário Internacional, destacando que a inflação está baixa há 25 anos, o que alimenta uma psicologia de expectativas baixas de inflação.

"Se a inflação for, contra as nossas expectativas, de forma inesperada acima dos níveis em que estamos confortáveis --e em particular as expectativas de inflação...se as virmos se movendo de forma persistente e material acima dos níveis com os quais estamos confortáveis, então vamos reagir a isso."