Empresas driblam pandemia e aumentam ofertas de vagas de trabalho

Demanda por novas contratações em alguns setores cresceram em um ano, aponta pesquisa

Jairo Nascimento, da CNN, em São Paulo
09 de abril de 2021 às 19:08 | Atualizado 09 de abril de 2021 às 19:09

Alguns setores da economia se mostram mais resilientes aos desafios impostos pela pandemia de Covid-19, já que muitas empresas brasileiras não param de contratar. É o que mostra uma pesquisa da plataforma de emprego Catho, que identificou aumento de vagas de trabalho em fevereiro deste ano em comparação ao mesmo mês do ano passado. 

O maior crescimento foi registrado no ramo de arquitetura e design (153%), seguido por comércio exterior (87%), indústria (56%) e telemarketing (36%). As vagas mais comuns são para pedreiros, mecânicos industriais e operadores de telemarketing.

 

Segundo a diretora de operações da plataforma, Regina Botter, os empregos cresceram nos setores que não interromperam as atividades durante as medidas de isolamento. "Tudo que se referia a suportar as pessoas nesse período de mais isolamento. Foram segmentos que responderam rapidamente", diz. 

Na indústria, o ramo alimentício foi considerado essencial e não parou. Toda a cadeia de produção da JBS no Brasil, que tem unidades em 16 estados e no Distrito Federal, foi se adaptando. A empresa investiu quase R$ 3 milhões em medidas para proteção, como o afastamento de trabalhadores do grupo de risco. O aquecimento do mercado também refletiu nas contratações

"A JBS foi um das empresas que mais gerou emprego durante o período da pandemia e se tornou a maior empregadora do Brasil, com mais de 145 mil colaboradores. Até agora, geramos mais de 1.500 empregos e temos 5 mil vagas abertas", disse o diretor de gente e gestão da marca, Fernando Meller.

Outra gigante de alimentos, a BRF, contratou mais de 2.100 pessoas no primeiro trimestre deste ano. O CEO global da companhia, Lorival Luz, destaca que foi um desafio manter a produção de alimentos e, ao mesmo tempo, cuidar da saúde de tantos funcionários. 

"Dos novos postos de trabalho, 90% foram em nossas áreas produtivas e isso em mais de 70 municípios do Brasil. Isso gera mais crescimento nessas regiões e também gerando mais produção para todo o país".

Empresas driblam pandemia e aumentam ofertas de vagas de trabalho (09.abr.2021)
Empresas driblam pandemia e aumentam ofertas de vagas de trabalho (09.abr.2021)
Foto: Reprodução/CNN