Lucro líquido da Energisa Sul-Sudeste sobe 106,8% no 1º trimestre

Ao final do primeiro trimestre a dívida líquida da Energisa era de R$ 619,8 milhões

Wilian Miron, do Estadão Conteúdo
14 de maio de 2021 às 11:57
Torres de energia
Foto: Fré Sonneveld/Unplash

 A Energisa Sul-Sudeste Distribuidora de energia teve lucro líquido de R$ 49,3 milhões no primeiro trimestre deste ano, alta de 106,8% em comparação com o mesmo período do ano passado. O Lucro Antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização (Ebitda, da sigla em inglês) ajustado subiu 43,5% no trimestre, enquanto a receita líquida avançou 17,8%, a R$ 496,5 milhões.

No trimestre o número de consumidores no mercado cativo aumentou 2,7%, para 824,2 mil unidades, mas a venda de energia a consumidores cativou caiu 3,4% a 861,2 gigawatts-hora (GWh).

Já a venda de energia para consumidores cativos e livres cresceu 1,5% no período, para 1.182,2 Gwh. As perdas de energia nas distribuidoras do grupo aumentaram 8,5 pontos porcentuais (p.p.) para 6,79%, ante 6,26% registrados um ano antes.

Ao final do primeiro trimestre a dívida líquida da Energisa era de R$ 619,8 milhões, crescimento de 15% em relação aos R$ 540,8 milhões registrados em 31 de dezembro de 2020. A alavancagem medida pelo indicador dívida líquida/Ebitda ajustado dos últimos 12 meses ficou em 1,9 vez, alta de 0,1 p.p.