Operadora de oleoduto pagou US$ 5 milhões a hackers por informações

Hackers realizaram ataque cibernético que suspendeu o abastecimento de combustível nos EUA por seis dias

Luciana Caczan, da CNN em São Paulo
14 de maio de 2021 às 13:02

Nos Estados Unidos, fontes disseram à CNN que a operadora de oleoduto Colonial pagou os hackers que realizaram um ataque cibernético que suspendeu o abastecimento de combustível no país por seis dias.

O grupo, identificado como Darkside, pediu quase US$ 5 milhões para devolver as informações roubadas à empresa.

O pagamento do resgate pelos dados não foi amplamente divulgado e entidades federais trabalharam em conjunto com a operadora de tubos para reconstruir as redes após o ataque.

Até o momento, a Colonial não divulgou se pagou a quantia exigida.

O governo americano trabalha para identificar os hackers para que sejam responsabilizados.