Virgin Galactic lança terceiro voo espacial com sucesso

Empresa pretende começar a lançar clientes ao espaço em 2022

Jackie Wattles, CNN Business
22 de maio de 2021 às 15:34
nova aeronave da virgin galactic
Nova aeronave da Virgin Galactic
Foto: Divulgação

Na manhã deste sábado (22), a aeronave da Virgin Galactic voou para a camada superior da atmosfera, levando a bordo dois pilotos, em sua terceira missão para chegar ao espaço.

O sucesso leva a Virgin Galactic a começar a lançar clientes no próximo ano, enquanto a empresa trabalha para finalizar a rodada de testes na sua nova sede no Novo México, nos Estados Unidos.

O avião espacial VSS Unity atingiu uma altitude de cerca de 89 quilômetros, de acordo com a empresa. O governo dos Estados Unidos reconhece a marca de 80 quilômetros como a borda do espaço. A empresa publicou no Twitter que o voo espacial conduzia experimentos de tecnologia para o Programa de Oportunidades de Voo da NASA.

As notícias do voo de teste da Virgin Galactic pareceram encorajar os investidores no início da semana, uma vez que levaram as ações a uma alta de mais de 14% na quarta-feira (19).

O voo deste sábado ocorre depois que a última tentativa terminou abruptamente quando o motor do foguete que aciona o avião espacial, chamado VSS Unity, falhou em acender, atrasando em meses o cronograma de testes da empresa.

A Virgin Galactic, fundada pelo bilionário britânico Richard Branson em 2004, passou anos prometendo levar grupos de clientes em breves voos panorâmicos para o espaço suborbital. Mas a empresa enfrentou uma série de complicações e atrasos, incluindo um acidente em um voo de teste em 2014 que deixou um piloto morto.

Mesmo assim, a Virgin Galactic já vendeu ingressos por 200 a 250 mil dólares para mais de 600 pessoas. E a empresa disse que espera ver amplo interesse quando as vendas de ingressos forem reabertas - ingressos que serão vendidos por um preço mais alto do que antes.

Recentemente, a empresa contratou um novo CEO, o ex-executivo da Disney Michael Colglazier, e tem se comprometido a aumentar lentamente as operações comerciais no próximo ano. Também está focada na construção de uma nova linha de aviões, chamada SpaceShipIII, e planeja um dia trabalhar com cerca de 400 voos por ano da sua base de lançamento espacial no Novo México.

Este é um texto traduzido, para ler o original, em inglês, clique aqui.