Polarização entre Executivo e Legislativo dificulta reformas, diz deputado

Bilac Pinto (DEM-MG) vê turbulência no cenário político como obstáculo a aprovação dos textos da administrativa e tributária

Produzido por Jorge Fernando Rodrigues, da CNN, em São Paulo
09 de julho de 2021 às 08:40

O deputado federal Bilac Pinto (DEM-MG) vê o cenário político tenso do país como um obstáculo a aprovação das reformas administrativa e tributária. Em entrevista à CNN nesta sexta-feira (9), ele defendeu prudência para a discussão dos temas, pois, de acordo com ele, "não dá para votar reformas num clima belicoso."

"O ideal era que tivéssemos um clima político ameno no país para que a gente pudesse discutir  isso", avaliou. "Todas as vezes que há polarização entre Executivo e Legislativo dificulta muito o andamento das reformas."

No mês passado, o governo federal apresentou à Câmara dos Deputados a segunda etapa da reforma tributária proposta pelo Executivo, que propõe que a faixa de isenção do Imposto de Renda passe de R$ 1.903,98 para até R$ 2.500.

O parlamentar disse que há "grande desconfiança" de que o texto enviado ao Congresso esteja aumentando a carga tributária. 

"O Congresso Nacional faz o debate profundo desses projetos que possam, de certa forma, fazer a modificação estrutural do nosso país e tem que ser transparente. Se não formos transparentes e criarmos debate com a sociedade, nós não vamos conseguir enfrentar esses grandes desafios [de desigualdade no país] ", disse o deputado Bilac Pinto.