8 de 10 cidades brasileiras retomam nível de emprego pré-pandemia, mostra levantamento

Segundo pesquisa da Confederação Nacional de Municípios, nos últimos 12 meses, foram criados mais de 2,5 milhões de vagas de trabalho no país

Lucas Janoneda CNN

Rio de Janeiro

Ouvir notícia

O mercado de trabalho no Brasil se recupera dos impactos econômicos causados pela pandemia de Covid-19. Isso é que indica um levantamento feito pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), com a informação de que oito em cada dez (80%) cidades brasileiras já retomaram o nível de emprego registrado anteriormente à crise sanitária do coronavírus.

Com base em dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), a pesquisa comparou o cenário econômico atual dos 5.568 municípios brasileiros com fevereiro de 2020, momentos antes da chegada da Covid-19.

De acordo com o estudo, somente nos últimos 12 meses, mais de 2,5 milhões de vagas formais foram criadas no Brasil. Ainda no contexto nacional, o levantamento destaca que o mercado de trabalho cresceu 7,1% no período analisado.

Entre os estados brasileiros, o destaque positivo ficou para Roraima e Santa Catarina, que já contam com a recuperação de 93% dos municípios. No outro extremo, os municípios do Amazonas (68%), Sergipe (68%), Amapá (69%) e Pernambuco (73%) apresentaram os menores índices de recuperação.

“Os dados indicam um processo de recuperação gradual do mercado de trabalho formal em 2022. O mercado está mais aquecido nas cidades de médio e grande porte, especialmente as localizadas nas regiões Centro-Oeste e Sul do país. A reativação da economia é uma boa notícia para os municípios brasileiros pois antecipa a recuperação nacional, gerando crescimento da arrecadação”, ressalta um trecho da pesquisa da CNM.

O economista da Fundação Getúlio Vargas Gesner Oliveira avalia que os principais fatores que determinaram a recuperação foram o melhor cenário epidemiológico, a flexibilização das medidas restritivas e a retomada das atividades econômicas, principalmente no setor de serviços.

“A criação de empregos reflete uma recuperação na economia brasileira. Ainda é uma retomada modesta, mas já permite um aumento no número de vagas formais no país. Um fator muito importante para essa tendência foi a imunização da população contra a Covid-19, que permite que os indicadores da pandemia sejam atenuados, dando mais segurança para o comércio e serviços, setores mais prejudicados durante a crise”, disse Gesner Oliveira.

Mais Recentes da CNN