Alta da gasolina não é culpa dos estados, diz Cláudio Castro

Para o governador do Rio de Janeiro, não adianta os estados baixarem o ICMS se a Petrobras também não parar de aumentar o preço dos combustíveis

Da CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Em entrevista à CNN, o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL-RJ), disse que a alta no preço dos combustíveis no país não é culpa dos estados.

“Para ser culpa dos governadores, o aumento teria que ter sido na alíquota do ICMS [Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços]”, disse. “No Rio de Janeiro, pelo menos, há mais de dez anos não tem aumento da alíquota. É o preço do combustível mesmo que está alto.”

 

Castro e outros 19 governadores assinaram uma carta publicada na última semana em que afirmam que a alta dos preços dos combustíveis “se trata de um problema nacional” e não tem relação com o ICMS. O documento rebate falas do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), que responsabiliza o imposto estadual pela alta da gasolina.

“O que eu tenho defendido é que haja um diálogo para que possamos olhar a cadeia inteira da gasolina, desde a saída do petróleo até que chegue na bomba”, disse o governador do Rio de Janeiro.

“Se o estado tiver que baixar um pouco, também dê sua dose de contribuição. O que não pode é o estado baixar o imposto e isso não se refletir nas bombas”, disse. “Não adianta os governos estaduais baixarem os impostos se a Petrobras também não parar de aumentar”, afirmou.

De acordo com um levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível) divulgado na sexta-feira (25), o preço médio da gasolina subiu no Brasil pela oitava semana seguida nos postos e segue acima de R$ 6 por litro.

Publicado por Thâmara Kaoru

Mais Recentes da CNN