Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Bancos russos poderão usar sistema chinês após Visa e Mastercard deixarem o país

    Anúncio do BC russo veio depois que as empresas de pagamentos dos EUA Visa e Mastercard anunciaram a suspensão de suas operações na Rússia

    Visitantes chineses passam por uma placa da China UnionPay do lado de fora de uma casa de penhores em Macau, em 20 de novembro de 2013
    Visitantes chineses passam por uma placa da China UnionPay do lado de fora de uma casa de penhores em Macau, em 20 de novembro de 2013 REUTERS/Tyrone Siu/File Photo

    Reuters

    Ouvir notícia

    Os cartões de crédito emitidos por bancos russos que usam os sistemas de pagamento Visa e Mastercard deixarão de funcionar no exterior após 9 de março, disse o banco central da Rússia neste domingo, acrescentando que alguns credores locais poderão recorrer ao sistema UnionPay da China.

    Os cartões Mastercard e Visa emitidos na Rússia serão aceitos na Rússia até o vencimento, disse o banco.

    A proibição no exterior também se aplica a cartões emitidos por subsidiárias locais de bancos estrangeiros, disse o banco.

    O anúncio veio depois que as empresas de pagamentos dos EUA Visa e Mastercard disseram que estavam suspendendo as operações na Rússia, juntando-se à lista de empresas que estão cortando laços comerciais com o país.

    O banco central acrescentou que muitos bancos russos planejam emitir cartões usando o UnionPay, um sistema que disse estar habilitado em 180 países.

    Embora vários bancos russos já usem o UnionPay, outros, incluindo o Sberbank e o Tinkoff, podem começar a emitir cartões com o Mir Pay, sistema de pagamentos do Banco Central da Rússia, junto ao UnionPay, acrescentou.

    Milhares de russos, incluindo turistas, estão retidos no exterior depois que muitos países fecharam seu espaço aéreo para aeronaves russas, enquanto a Rússia retaliou com proibições de voos para muitas companhias aéreas estrangeiras.

    O banco central aconselhou os cidadãos atualmente no exterior a retirar dinheiro antes que a proibição entrasse em vigor.

    Mais Recentes da CNN