Bolsa Família faz último pagamento após 18 anos e aguarda definição do Auxílio Brasil

Programa criado em 2003 será substituído a partir de novembro pelo Auxílio Brasil, que ainda depende de homologação e tem valor incerto

Programa Bolsa Família faz último pagamento nesta sexta (29)
Programa Bolsa Família faz último pagamento nesta sexta (29) Foto: Rafaela Lampert Zart/Agência Brasil

Raphael Coraccinida CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

A marca Bolsa Família, criada em 2003 durante o governo Lula, acaba nesta sexta-feira (29), com o pagamento da última parcela do programa.

No lugar, o governo Bolsonaro lança sua própria marca, o Auxílio Brasil, que deve pagar o mesmo valor médio do programa anterior, corrigido pela inflação.

Depois de quase quatro anos sem reajuste, o programa receberá um incremento de 17,8% para acompanhar a subida dos preços.

O valor médio a ser pago pelo Auxílio Brasil em sua primeira parcela, que deve ser distribuída no dia 17 de novembro, será de R$ 220, mas com algumas famílias recebendo menos de R$ 100 no mês. A informação foi apurada pela analista de política da CNN Thais Arbex, nesta quinta-feira.

A Caixa Econômica confirma, por meio da sua assessoria de imprensa, que a última parcela do Bolsa Família será paga nesta sexta-feira, mas que ainda não há a confirmação quanto ao pagamento da primeira parcela do Auxílio Brasil, ainda dependente de homologação para começar a efetuar os pagamentos.

Se a homologação for concluída a tempo, o programa passa a seguir o calendário que havia sido programado para o Bolsa Família antes de definida a extinção do programa.

A proposta do governo Bolsonaro é aumentar o valor para R$ 400 a partir de dezembro e durante todo o ano de 2022, quando deve disputar a reeleição, mas o incremento depende da aprovação da PEC dos Precatórios, que está parada no Congresso.

Mais Recentes da CNN