Elon Musk responde Bernie Sanders no Twitter: “Sempre esqueço que você está vivo”

CEO da Tesla e SpaceX replica tweet do senador americano, que pede a taxação das grandes riquezas nos EUA

CEO da Tesla Elon Musk, em Berlim
CEO da Tesla Elon Musk, em Berlim Reuters

Ramishah Marufdo CNN Business

Ouvir notícia

Elon Musk ataca novamente no Twitter, e desta vez a vítima é o senador americano Bernie Sanders.

O CEO da Tesla e SpaceX respondeu um tweet do político democrata que dizia que os “extremamente ricos deveriam pagar uma parte justa de impostos”.

“Eu sempre esqueço que você ainda está vivo”, respondeu Musk. “Quer que eu venda mais ações, Bernie? Basta dizer as palavras…” tuitou uma hora depois.

Elon Musk terminou a semana vendendo um total de US$ 6,9 bilhões em ações da Tesla. Isso representou menos de 4% das ações que detém diretamente e menos de 3% incluindo todas as opções que ele possui para comprar ações adicionais.

O empreendedor certamente se qualifica na descrição de Sander de “extremamente ricos” — é a pessoa mais rica do mundo, com um patrimônio líquido de US$ 285 bilhões, segundo Índice de Bilionários da Bloomberg.

Na semana passada, Musk perguntou aos seus seguidores no Twitter se ele deveria vender 10% de suas propriedades na Tesla para pagar impostos — 58% dos eleitores em sua pesquisa responderam que sim.

No entanto, é duvidoso que os resultados da pesquisa tenham sido a principal motivação para a venda de ações da semana passada.

Musk enfrenta uma iminente cobrança de impostos que será desencadeada por sua necessidade de exercer 22,9 milhões de opções de compra de ações até o próximo mês de agosto. Essa conta seria de quase US$ 10 bilhões a preços de mercado atuais.

Ele também pode ter de pagar imposto de renda estadual à Califórnia, que tem uma alíquota máxima de 13,3%.

Mesmo morando no Texas, que não cobra imposto de renda estadual, Elon Musk admitiu que talvez tenha que pagar as taxas californianas pois passa muito tempo trabalhando no estado.

Tributar grandes fortunas é parte do projeto de Sanders.

Como presidente do comitê de orçamento do Senado, Sanders propôs um imposto anual sobre o 0,1% das famílias americanas, que ele afirma que levantará cerca de US $ 4,35 trilhões na próxima década e reduzirá a riqueza dos bilionários pela metade em 15 anos.

O senador também deseja implementar políticas de fiscalização fundamentais sobre os impostos das riquezas.

Os democratas tentaram impor mais impostos aos bilionários para financiar o amplo plano de rede de segurança social do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden.

“Se o homem mais rico do mundo paga ou não algum imposto não deve depender dos resultados de uma pesquisa do Twitter”, tuitou o senador Ron Wyden, do Oregon, em resposta à pesquisa de Musk. “É hora do Imposto de Renda dos Bilionários.”

 

Chris Isidore, da CNN, contribuiu para este relatório.

 

(Texto traduzido. Leia o original aqui)

 

 

 

Mais Recentes da CNN