Elon Musk vende mais US$ 1,2 bilhão em ações da Tesla após enquete no Twitter

Vendas na semana acumularam US$ 6,9 bilhões, mas são menos de 4% do total que o empresário possui

Ações da Tesla caíram na semana após os movimentos de Musk
Ações da Tesla caíram na semana após os movimentos de Musk Britta Pedersen-Pool/Getty Images

Chris Isidoredo CNN Business*

Ouvir notícia

Um documento publicado na sexta-feira (12) mostra que Elon Musk vendeu mais 1,2 bilhão de ações da Tesla na sexta-feira (12), a um preço médio de US$ 1.030 cada. Isso eleva as vendas da semana a um total de 6,4 milhões de ações, acumulando US$ 6,9 bilhões.

Ainda assim, isso equivale a menos de 4% das ações que ele detém diretamente, ou menos de 3% se você incluir todas as opções que ele possui para comprar ações adicionais.

Há uma semana, Musk postou uma pesquisa no Twitter perguntando se ele deveria vender 10% de suas participações como forma de aumentar suas obrigações fiscais, e 58% dos que responderam disseram que sim.

As vendas de ações nesta semana derrubaram o valor dos papéis da Tesla para os acionistas – incluindo ele mesmo, já que Musk é de longe o maior acionista. As ações da Tesla encerraram a semana com queda de 15,4%, para US$ 189.

É improvável que a pesquisa do Twitter tenha sido a principal motivação para a venda. Em vez disso, o empresário enfrenta uma iminente conta de impostos que será desencadeada por sua necessidade de exercer 22,9 milhões de opções de compra de ações antes do próximo mês de agosto. Essa conta seria de quase US$ 10 bilhões a preços de mercado atuais.

Se ele não exercer as opções até lá, elas expirarão e ele perderá o direito de comprar cada ação por meros US$ 6,24. Mas, quando o fizer, o valor das ações naquele momento será tratado como renda normal e ele terá que pagar uma alíquota de imposto federal de 40,8%. Também é possível que ele deva imposto de renda estadual à Califórnia, que tem uma alíquota máxima de 13,3%.

Embora tenha se mudado para o Texas, que não tem imposto de renda estadual, ele admitiu em uma publicação recente que ainda deve um imposto de renda considerável ao estado da Califórnia com base no tempo que passa trabalhando no estado.

Musk exerceu o primeiro bloco de 2,2 milhões dessas opções prestes a expirar na segunda-feira (8) e, em seguida, vendeu 934 milhões de ações para pagar os impostos sobre esse exercício.

As ações que ele vendeu desde então, entretanto, vêm de suas participações diretas, a maioria das quais ele detém desde a oferta pública inicial (IPO) de 2010 da empresa. E Musk deverá apenas 20% de imposto de ganho de capital de longo prazo sobre os US$ 5,8 bilhões do produto dessas vendas de ações, ou cerca de US$ 1,2 bilhão.

A Tesla ainda é a montadora mais valiosa do mundo, com um valor de mercado maior do que o das 12 maiores montadoras em volume. No mês passado, ela se tornou a sexta empresa dos Estados Unidos a atingir uma avaliação de US$ 1 trilhão.

A participação de Musk na empresa diminuiu um pouco com essas vendas, mas por enquanto ainda é igual a 23,7%, ante 24,3% que ele teria sem as vendas.

Até esta semana, o empresário não tinha vendido nenhuma ação da empresa que detinha desde 2016. Mas outros membros do conselho e altos executivos têm vendido ações o tempo todo, incluindo seu irmão Kimbal Musk, que é membro do conselho da Tesla e vendeu US$ 108 milhões em ações na semana passada, equivalente a cerca de 15% de suas ações na empresa, pouco antes das vendas de seu irmão começarem a empurrar para baixo o valor do papel.

Elon Musk é a pessoa mais rica do mundo, com um patrimônio líquido estimado pela Bloomberg em US$ 294 bilhões. Os US$ 6,9 bilhões que recebeu com as transações desta semana já foram incluídos nesse cálculo, uma vez que o valor estimado das ações e opções é uma parte significativa de seu patrimônio líquido. Seu patrimônio líquido caiu esta semana com a queda do preço das ações da Tesla.

As recentes vendas de ações não alteram significativamente a posição financeira de Musk. Os US$ 6,9 bilhões de vendas seriam como uma típica família americana vendendo cerca de US$ 2.900 em ações que já possuía. A estimativa mais recente do Federal Reserve coloca o patrimônio líquido médio das famílias em US$ 121.700.

(*Texto traduzido. Clique aqui para ler o original em inglês)

Mais Recentes da CNN