INSS divulga índices de reajuste para quem se aposentou em 2020; confira

Os aumentos, que dependem do mês em que o benefício teve início, variam de 1,46% a 5,45%

Foto: Marcos Santos / USP Imagens

Thâmara Kaoru, do CNN Brasil Business, em São Paulo

Ouvir notícia

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho publicou nesta quarta-feira (13) os índices de reajuste para quem se aposentou pelo INSS em 2020 e recebe acima do salário mínimo. Os aumentos, que dependem do mês em que o benefício teve início, variam de 1,46% a 5,45%.

Se a data de início da aposentadoria foi janeiro de 2020, por exemplo, o aposentado recebe o reajuste total, de 5,45%. Se foi em fevereiro, a alta será de 5,25%. Para quem teve o começo do benefício em dezembro, o aumento será de 1,46%.

 

Os reajustes são proporcionais à inflação acumulada no período.

Confira os índices

Reajuste diferente para quem recebe o salário mínimo

Para os segurados com benefício no valor de um salário mínimo, o reajuste seguirá o piso nacional, que teve alta de 5,26%, e passou de R$ 1.045 para R$ 1.100. O reajuste vale independentemente do mês em que começou a receber o benefício. Nenhuma aposentadoria ou pensão pode ser inferior ao salário mínimo.

O reajuste do piso nacional ficou abaixo da inflação medida pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) acumulada em 2020, que registrou índice de 5,45%.

Pagamento do reajuste começa em janeiro

Os aposentados e pensionistas do INSS vão começar a receber o benefício com reajuste a partir do dia 25 de janeiro. A data do pagamento vai depender do valor que o segurado recebe e qual é o final do número do benefício, sem considerar o dígito.

No dia 25, por exemplo, começam a receber os segurados que têm número final 1 e ganham até um salário mínimo. A partir do dia 1º de fevereiro, começam a receber aqueles que ganham mais do que o piso nacional. Os pagamentos seguem até 5 de fevereiro.

Mais Recentes da CNN