Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Líderes de escolas particulares e distribuidores de energia criticam reforma do IR

    Representantes da Federação Nacional das Escolas Particulares e Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica falaram sobre o projeto durante painel na CNN sobre tributação

    Leonardo Guimarãesdo CNN Brasil Business*

    São Paulo

    Ouvir notícia

    A reforma do Imposto de Renda, que tramita com dificuldades na Câmara dos Deputados, tem muitos críticos. Entre eles, estão os setores de escolas particulares e de distribuição de energia elétrica. Em entrevista à CNN, representantes desses segmentos criticaram o texto e disseram que a proposta vai trazer mais complexidade às empresas e aumento da carga tributária.

    “Nos preocupamos com a educação, porque temos um momento delicado. Achamos que um aumento da carga tributária para o setor seria um desastre”, disse Amábile Pacios, vice-presidente, da Federação Nacional das Escolas Particulares (Fenep).

    Ela afirma que não há espaço no orçamento das famílias para arcar com aumento de preços e que uma carga tributária maior pode gerar abandono das escolas e universidades. “Toda a sociedade deve se preocupar. Podemos ter um imenso apagão profissional em dez anos”.

    No setor elétrico, além de aumento de custo para o consumidor, a proposta pode atrapalhar investimentos no Brasil, segundo Wagner Ferreira, diretor jurídico da Abradee (Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica).

    “Não há esperança de que a reforma do Imposto de Renda seja o primeiro passo de uma transformação que o Brasil precisa, já que não aborda assuntos que precisam de discussão, como outros 91 tributos do nosso sistema”, disse Ferreira.

    Mais Recentes da CNN