Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Paes de Andrade falta à primeira reunião do Conselho da Petrobras

    Conselheiros ouvidos pela CNN apontaram que ele alegou que a 'agenda estava cheia' e que 'a posse foi repentina' e por isso não conseguiu participar

    Pedro Duranda CNN

    no Rio de Janeiro

    Ouvir notícia

    Em seu segundo dia de trabalho, o novo presidente da Petrobras, Caio Mário Paes de Andrade, não compareceu ao primeiro encontro com o Conselho de Administração (CA) da estatal.

    A reunião realizada de forma virtual estava marcada para 9h desta quarta-feira (29) e se arrastou até o final da tarde. Como conselheiro, ele fora convocado para participar ao lado de seus dez pares no colegiado.

    O encontro debateu questões internas da companhia, como os resultados do serviço médico, a política de compliance e a revisão do plano estratégico da Petrobras. Em um determinado momento da reunião, quando se constatou que Paes de Andrade não participaria, os indicados do governo tentaram justificar a ausência.

    Esse seria o primeiro encontro do novo presidente com o grupo de conselheiros que vai decidir ao lado dele eventuais mudanças na gestão da estatal. Para trocar diretores ou mudar a política de preços da petrolífera, Paes de Andrade precisa de votos no Conselho.

    A intenção original do governo é que, quando Paes de Andrade assumisse, todo o Conselho teria sido renovado. Acontece que o processo de checagem de antecedentes da lista de nomes indicados ainda não terminou. Uma parte deles deve ser avaliada na primeira semana de julho e a outra até a terceira semana.

    Só depois disso, a Assembleia para a reforma do Conselho será convocada. Fontes da Petrobras afirmam que com todo esse processo, a troca de fato só seria confirmada, no mínimo, na segunda quinzena de agosto. Até lá, Paes de Andrade terá que lidar com a atual formação do CA e precisa desses conselheiros para promover mudanças.

    A reportagem da CNN aguarda retorno da Petrobras e do próprio Paes de Andrade sobre o motivo da ausência.

    Mais Recentes da CNN