Para economista, reabertura da economia justifica otimismo de comerciantes

Em entrevista à CNN, especialista falou sobre expectativa da Confederação Nacional do Comércio para as vendas do Dia das Crianças

Produzido por Vinícius Tadeu*da CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Uma pesquisa feita pela Confederação Nacional do Comércio (CNC) apontou que este Dia das Crianças deve ser o melhor dos últimos cinco anos, movimentando mais de R$ 7 bilhões. Puxada pela expectativa de consumo de eletroeletrônicos e brinquedos, a projeção animou comerciantes, que viram uma queda de 3% nas vendas em agosto.

Economista da Confederação Nacional do Comércio, Fabio Bentes disse que o momento de reabertura da economia brasileira explica a boa projeção. “O que dá lastro para o otimismo em relação a essa data que é muito importante para o comércio é a perspectiva muito remota de haver alguma reversão nesse processo de reabertura da economia e de circulação dos consumidores”, afirmou.

Bentes afirma, no entanto, que a inflação ditará as vendas tanto no Dia das Crianças como no Natal e Ano Novo. “Essa data poderia ser melhor para o consumidor se não estivéssemos passando por um período de aceleração da inflação e de juros em alta.”

Economista avalia projeções para o Dia das Crianças/ CNN/Reprodução

Para o economista, quando comparada com os números do comércio pré-pandemia, a movimentação no segundo semestre deste ano “é um indício de que a economia brasileira voltou a crescer em um ritmo lento”.

“Em relação a 2019, a nossa expectativa é que o Dia das Crianças gere uma movimentação financeira cerca de 1% maior. Esse crescimento já nos coloca naquele ritmo fraco de crescimento da economia que a gente observava antes mesmo da pandemia começar. Quando comparado com 2020, aí todos os números são positivos, foi um ano muito atípico”, afirmou Fabio Bentes.

*(supervisionado por Elis Franco)

Mais Recentes da CNN