Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Site da Amazon no Brasil terá loja para compras internacionais

    Parte dos itens ficará disponível com frete grátis e tempo de entrega reduzido, em até 40%, para todo o território nacional

    Foto: Divulgação/Amazon

    Matheus Prado,

    do CNN Brasil Business, em São Paulo

    Ouvir notícia

    A Amazon anunciou que, a partir desta terça-feira (11) às 9h, seu site brasileiro passará a contar com uma página exclusiva para compras internacionais. Ali, a marca pretende expandir sua oferta de produtos e reunir milhares de itens importados que são tendência de compra entre seus clientes ao redor do globo.

    São dezenas de categorias de produtos, como Casa, Cozinha, Esportes e Aventura, Livros, Música, Eletrônicos, Informática, Pet Shop, Beleza, Moda e Relógios. E marcas, como Oxo e KitchenAid, de utensílios de cozinha; Razer e Corsair, de itens de informática; Revlon, de beleza; Timex, de relógios; e FURminator, de cuidados para pets.

    Com o movimento, parte destes itens ficará disponível com frete grátis e tempo de entrega reduzido, em até 40%, para todo o território nacional. 

    Tiago Abel, líder de Operações de Varejo da Amazon Brasil, explica que a implementação foi possível por conta de avanços  tecnológicos que conectam os centros de distribuição da marca no Brasil e nos Estados Unidos. 

    “Nosso foco é tornar as fronteiras imperceptíveis para nossos clientes, proporcionando aos consumidores brasileiros uma experiência positiva de compra internacional com ampla seleção de produtos, maior velocidade de entrega e forma de pagamento facilitada”, afirma o gestor.

    O objetivo é que os consumidores tenham o benefício de comprar produtos de fora utilizando os meios de pagamento disponíveis no Brasil, como boleto e cartão de crédito com parcelamento em até dez vezes. Membros Prime terão, como de praxe, frete gratuito em itens com o selo Prime.

    Além das mercadorias comercializadas pela própria Amazon, algumas delas já estocadas em seus centros de distribuição nacionais, também haverá produtos de vendedores terceirizados nas prateleiras virtuais. E a grande novidade é que os itens passam a contar com informações detalhadas sobre prazos de envio e possíveis taxações por parte da Receita Federal.

    “Nosso objetivo é conseguir continuar aumentando a velocidade de entrega e melhorando a experiência do consumidor, tornando as fronteiras cada vez mais imperceptíveis. Já temos opções internacionais disponíveis no site, mas estamos sempre em busca de ampliar esse escopo”, diz. A empresa conta com mais de 45 milhões de produtos no catálogo atualmente.

    Mais Recentes da CNN