Suspensão de voos da ITA provoca confusão no aeroporto de Guarulhos

Passageiros relatam falta de assistência de funcionários; companhia aérea suspendeu operações "para reestruturação interna"

Passageiros da empresa aérea Itapemirim foram pegos de surpresa após a empresa.
Passageiros da empresa aérea Itapemirim foram pegos de surpresa após a empresa. Willian Moreira / Futura Press / Estadão Conteúdo

Beatriz AraújoLéo Lopesda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Após a companhia aérea ITA anunciar a suspensão temporária de suas operações, uma confusão foi formada no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, enquanto passageiros protestam pelos voos cancelados.

Na noite de sexta-feira (17), um grupo de pessoas com passagens compradas de voos do Grupo Itapemirim começou a bloquear o acesso de passageiros à área de embarque do aeroporto.

“No guichê da Itapemirim não tinha nenhum funcionário. Começou um caos, todo mundo batendo palma, gritando, pedindo direcionamento da empresa”, relatou à CNN a passageira Lidiane Santos.

Ela informou que a confusão permaneceu por toda a madrugada no local. “Não houve nenhum direcionamento. Consegui embarcar hoje de manhã por outra companhia aérea, comprando outro bilhete. Na Itapemirim, continua sem ninguém e os passageiros continuam bloqueando a passagem das demais companhias”, disse.

Procurada pela CNN, a assessoria do aeroporto orientou os passageiros com voos programados a consultarem a companhia aérea antes de seguir para o aeroporto.

Suspensão temporária

O Grupo Itapemirim suspendeu temporariamente todas as operações de sua companhia aérea, a ITA, para uma reestruturação interna, informou a empresa em comunicado divulgado na noite desta sexta-feira (17).

Segundo a empresa, a decisão foi tomada por “necessidade de ajustes operacionais”. “A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) já foi informada da decisão”, disse a empresa.

A decisão afetou os passageiros de mais de 500 voos da ITA programados entre sexta-feira (17) e o dia 31 de dezembro.

A companhia lamentou os transtornos causados e  afirmou que irá continuar prestando toda assistência aos passageiros impactados, com “o máximo esforço para, em breve, retomar seus voos.”

Passageiros com viagem marcada para os próximos dias devem entrar em contato com a companhia por e-mail –  – para se informar como proceder, orienta a companhia.

Mais Recentes da CNN