Vazamento de dados facilita golpes como saque do FGTS; saiba como se prevenir

Com o número do CPF e nome dos trabalhadores, golpistas se cadastram no Caixa Tem informando um e-mail falso

Foto: Reprodução/CNN

Juliana Faddul, colaboração para o CNN Brasil Business

Ouvir notícia

Após o vazamento de mais de 223 milhões de números de CPF, golpistas estão mais do que munidos para aprimorarem golpes para sacar indevidamente o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).  

Há golpe que vem sendo dado por meio de um aplicativo falso, outros por meio de promoções e mensagens de celular. Até por meio do próprio aplicativo da Caixa bandidos estão conseguindo extorquir clientes. 

Com o número do CPF e nome dos trabalhadores, golpistas se cadastram no Caixa Tem informando um e-mail falso –já que o aplicativo não solicita confirmação da identidade. Para este último golpe específico, a melhor precaução é que o trabalhador cadastre sua conta no aplicativo do FGTS o quanto antes e confira o saldo. Isso impossibilita um novo cadastro bancário de impostores. 

Em nota, a Caixa disse que “diversos mecanismos têm sido constantemente implementados e aprimorados pelo banco” e que identificada uma situação suspeita, aciona imediatamente as autoridades. 

“O banco esclarece, ainda, que informações sobre eventos criminosos em suas unidades são repassadas exclusivamente às autoridades policiais, e ratifica que coopera integralmente com as investigações dos órgãos competentes”, escreveu. 

Dicas para não cair em golpes

O banco ainda orienta alguns cuidados para dificultar a ação de golpistas:

  • Não forneça senhas ou outros dados de acesso em outros sites ou aplicativos
  • O cliente deve estar sempre atento a qualquer atividade e situação não usual e, principalmente, não clicar em links recebidos por SMS, WhatsApp ou redes sociais para acesso a contas e valores a receber
  • Desconfiar de informações sensacionalistas e de “oportunidades imperdíveis”
  • Links suspeitos podem levar à instalação de programas espiões, que podem ficar ocultos no celular ou computador, coletando informações de navegação e dados do usuário
  • Utilizar sempre navegadores e softwares de antivírus atualizados
  • A Caixa jamais pede senha e assinatura eletrônica numa mesma página, sendo a assinatura digitada somente por meio da imagem do teclado virtual
  • A Caixa não envia SMS com link e só envia e-mails se o cliente autorizar. 

Mais Recentes da CNN