Votorantim anuncia oferta de até R$ 1,35 bilhão em ações da CBA

Conglomerado detém 75,9% de participação na Companhia Brasileira de Alumínio, segundo dados do Eikon, da Refinitiv

Entrada de unidade da Votorantim na cidade homônima, no interior de São Paulo
Entrada de unidade da Votorantim na cidade homônima, no interior de São Paulo 10/04/2017REUTERS/Paulo Whitaker

da Reuters

Ouvir notícia

A Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) disse na noite do último domingo (3) que sua acionista controladora, a Votorantim, realizará uma oferta de, inicialmente, 34 milhões de ações da produtora de alumínio.

A Votorantim disse na semana passada que estava avaliando uma oferta secundária para aumentar a liquidez das ações da CBA. O movimento também estaria alinhado à estratégia da Votorantim de diversificação de portfólio.

O conglomerado detém 75,9% de participação na CBA, segundo dados do Eikon, da Refinitiv.

A CBA disse que a oferta inicial pode ser elevada em até 85%, ou 28,9 milhões de ações, em lote adicional, e em até 15%, ou 5,1 milhões de ações, em lote suplementar.

Considerando o preço de fechamento de 19,93 reais por ação da CBA na sexta-feira, a operação pode levantar 1,35 bilhão de reais caso os lotes extras sejam integralmente vendidos, disse a CBA.

O preço por ação da oferta deve ser fixado em 6 de abril.

BTG Pactual, Bank of America, Bradesco BBI, UBS BB, Citi, Itaú BBA e JPMorgan coordenam a oferta.

 

Mais Recentes da CNN