WhatsApp, YouTube, Snapchat: veja alguns dos maiores apagões da internet

Facebook, WhatsApp e Instagram ficaram fora do ar nesta segunda-feira em vários lugares do mundo

Em 2019, Facebook chegou a ficar 12 horas fora do ar
Em 2019, Facebook chegou a ficar 12 horas fora do ar Rami Al-zayat/Unsplash

Juliana Eliasdo CNN Brasil Business*

em São Paulo

Ouvir notícia

Desde o início da tarde desta segunda-feira (4) as principais páginas e aplicativos pertencentes ao Facebook – o WhatsApp, o Instagram e o próprio Facebook – estão fora do ar, no Brasil e em vários lugares do mundo. Os serviços ainda não foram estabelecidos.

Não é a primeira vez que nem o Facebook, e nem outros sites sofrem interrupções.

O próprio Facebook, também junto com os aplicativos Whatsapp e Instagram, deixou de funcionar por 12 horas no dia 13 de março de 2019.

O evento encabeça a lista dos maiores apagões da internet desde 2012, divulgada em junho pela plataforma global de monitoramento Downdetector.

À época, o Downdetector recebeu 7,5 milhões de relatórios de problemas. De acordo com a empresa, que coleta reclamações de usuários e relatórios quando programas ou aplicativos falham, foi o maior corte em termos de duração e também em termos de notificações de bugs.

YouTube, Snapchat e WhatsApp denovo

A segunda maior interrupção registrada pelo site aconteceu com o YouTube, em outubro de 2018, quando a rede de vídeos deixou de rodar por cerca de uma hora. O Downdetector recebeu 2,7 milhões de relatórios de problemas na ocasião.

O terceiro e quarto lugares, ambos de 2017, foram para interrupções no Snapchat, em 6 de novembro, e no WhatsApp, em 3 de maio: na falha do Snapchat foram geradas 1,8 milhão de denúncias e, na do WhatsApp, outras 1,7 milhão.

Em novembro daquele mesmo ano, também o WhatsApp voltou a ficar fora do ar e foi o responsável por 1,2 milhão de registros de reclamações no Downdetector.

*Com informações da CNN em Espanhol

Mais Recentes da CNN