Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ações da Petrobras caem mais de 6% após falas de Lula sobre corte em privatizações

    Debandada dos investidores refletem o despacho de Lula nesta segunda, que determinou providências para revogar atos que dão andamento à privatização de estatais

    Fabrício Juliãodo CNN Brasil Business

    em São Paulo

    As ações ordinária e preferencial da Petrobras registraram queda de mais de 6% nesta segunda-feira (2), após falas do recém-empossado presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

    Petrobras ON (PETR3) e Petrobras PN (PETR4) encerraram o dia com perdas de 6,67% e 6,45%, respectivamente. A debandada dos investidores em relação aos papéis da companhia refletem o despacho de Lula nesta segunda, que determinou aos ministros providências para revogar atos que dão andamento à privatização de estatais, entre elas a Petrobras.

    O Ibovespa também fechou em queda neste primeiro pregão de 2023, em meio às declarações e medidas do presidente sobre o rumo da economia durante o seu governo.

    Investidores também seguem de olho na atuação do futuro presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, à frente da companhia. O ex-senador chegou a afirmar que há uma necessidade de que o Ministério da Fazenda participe das discussões sobre política de preços da estatal.

    “Como esse produto (petróleo) é um produto fundamental para economia e mexe com economia como um todo, há uma necessidade também de que o Ministério da Fazenda participe dessa composição. Então, primeiro lugar, não há como a política de preços no dia um, no dia dois”, disse.

    Prates também ressaltou que a política de preços não é algo que possa ser decidido em “um dia ou dois” e que a solução, após discussões com o setor, pode passar por uma referência regional de preços.

    “O que não pode é a Petrobras poder vender confortavelmente por um preço, com uma margem igual a qualquer empresa de refino do mundo e a não ser obrigada a vender por mais caro porque tem que parear com a importação”, pontuou.