Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Apostas do mercado por corte mais agressivo nos juros voltam a ganhar força, mostra B3

    Investidores se dividem em redução de 0,50 p.p e 0,25 p.p; Selic é mantida em 13,75% há quase um ano

    Decisão do Banco Central sobre a Selic será divulgada na quarta-feira (2)
    Decisão do Banco Central sobre a Selic será divulgada na quarta-feira (2) 29/10/2019REUTERS/Adriano Machado

    Gabriel Bosada CNN

    São Paulo

    Às vésperas da divulgação dos próximos passos dos juros pelo Banco Central (BC), o mercado voltou a reforçar as apostas para um corte mais agressivo, após desaceleração das expectativas no fim da semana passada.

    É o que mostram dados da Opção de Copom da B3 — plataforma que permite a negociação de contratos da taxa de juros na bolsa brasileira — nesta segunda-feira (31).

    No início da tarde, o cenário mostrava que o corte de 0,50 ponto percentual (p.p) era a expectativa de 59% dos investidores, enquanto as previsões de redução de 0,25 p.p estavam em 41%.

    Veja também: Reunião do Copom define taxa de juros na quarta (2)

    Na quarta-feira (26) da semana passada, as apostas no corte de meio ponto percentual bateram 65%. Já as previsões de redução menos brusca eram de 33,5%.

    Os dados da B3 mostram que após atingir este pico, a diferença entre as duas opções começou a diminuir.

    Na quinta (27), o placar ficou em 62% para um corte de 0,50 p.p, contra 36% na redução de 0,25 p.p.

    Já na sexta (28), a diferença se estreitou para 53% ante 43,58%, respectivamente.

    Focus indica Selic em 12% ao fim do ano

    Selic é mantida pelo BC em 13,75% ao ano desde agosto do ano passado, a despeito da pressão do governo federal e parte de economistas e empresários para a redução da taxa.

    O Comitê de Política Monetária (Copom) divulga na quarta-feira (2) o resultado da decisão.

    Dados do Boletim Focus, que contabiliza a mediana das previsões do mercado para uma série de indicadores, mostraram que os agentes continuam enxergando os juros em 12% ao fim deste ano, segundo números publicados nesta manhã.

    Esta foi a quarta semana consecutiva que o mercado segura a previsão neste nível.

    Para os próximos anos, porém, aumentou a expectativa de aceleração da queda dos juros.

    Ao fim de 2024, os agentes enxergam os juros em 9,25% ao ano, ante 9,5% na semana anterior.

    Já para 2025, as previsões passaram para 8,75%, contra 9% na edição anterior.

    A revisão dos próximos anos indica que os agentes do mercado financeiro esperam a aceleração do ciclo de queda dos juros.