Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Banco Central deve sinalizar corte da Selic em agosto no próximo comunicado, diz ex-presidente

    O Comitê de Política Monetária do BC se reúne entre terça e quarta-feira para debater a taxa básica de juros (atualmente em 13,75% ao ano)

    CNN

    Da CNN*

    São Paulo

    O ex-presidente do Banco Central (BC) e sócio da Tendências Consultoria Integrada, Gustavo Loyola, disse em entrevista à CNN, nesta terça-feira (20), que o BC deve sinalizar em seu próximo comunicado que derrubará a taxa básica de juros a partir de agosto.

    “Imagino que nessa semana o Banco Central vai sinalizar o início do processo de derrubada de juros para agosto. Isso, em função da melhora de índices de inflação”, indicou.

    O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) se reúne entre terça e quarta-feira (21) para debater a taxa básica de juros (atualmente em 13,75% ao ano).

    Projeções do mercado apontam que a cifra da Selic deve ser mantida. Contudo, indicam que a autoridade monetária deve sinalizar, via comunicado, o início do ciclo de cortes para a próxima reunião — que ocorre dentro de 45 dias.

    Loyola aponta que a ata da última reunião do Copom, divulgada no início de maio, é parte deste “processo contínuo de comunicação” — que deve trazer a indicação de cortes a partir de agosto.

    “O Banco Central tem um processo de comunicação, e deixou claro na última ata do Copom que ainda tinha que apreciar mais a situação, com um tom um pouco mais conservador”, explica.

    Produzido por Rafael Saldanha (com supervisão de Elis Franco); publicado por Danilo Moliterno.