Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    BC deve “abrir a porta” para queda dos juros em agosto, avalia economista

    À CNN Rádio, Felipe Salles afirmou que a taxa Selic deve ser mantida na reunião do Copom desta semana, mas que mudança no quadro inflacionário permite corte nos próximos encontros

    Amanda Garciada CNN

    São Paulo

    O Banco Central (BC) deve manter a taxa Selic inalterada, ainda em 13,75% ao ano, na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) que acontece nesta semana, entre os dias 20 e 21.

    No entanto, o BC vai “abrir a porta para a queda na taxa de juros em agosto ou setembro.” A avaliação é do economista-chefe do C6Bank Felipe Salles, em entrevista à CNN Rádio.

    “De dois meses para cá, o quadro inflacionário melhorou, a inflação caiu, o dólar está mais perto de R$ 4,80 do que de R$ 5”, destacou, ao explicar os motivos para acreditar na redução dos juros.

    O economista ainda reforçou que as previsões do mercado sobre a inflação também estão melhorando.

    Salles considera que é “importante que a taxa de juros caia”, mas que isso deve acontecer “de forma consistente”, sem gerar desequilíbrios e inflação à frente.

    “Por esse motivo a queda não pode ser forçada ou precipitada”, completou.

    Depois da reunião desta semana, o Copom se encontrará nos dias 1 e 2 de agosto.

    *Com produção de Isabel Campos