Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    ChatGPT pode escolher ações melhor que fundos de investimento, mostra pesquisa

    Pesquisadores da Universidade da Flórida descobriram que o ChatGPT poderia prever os movimentos dos preços das ações de empresas específicas com mais precisão do que alguns modelos de análise mais básicos

    Entre 6 de março e 28 de abril, uma carteira fictícia de 38 ações ganhou 4,9%, enquanto os 10 principais fundos de investimento registraram uma perda média de 0,8%
    Entre 6 de março e 28 de abril, uma carteira fictícia de 38 ações ganhou 4,9%, enquanto os 10 principais fundos de investimento registraram uma perda média de 0,8% Letícia Naome

    Anna Coobanda CNN

    Ações selecionadas pelo ChatGPT, um chatbot desenvolvido com inteligência artificial (IA), superaram o desempenho de alguns dos fundos de investimento mais populares do Reino Unido.

    Entre 6 de março e 28 de abril, uma carteira fictícia de 38 ações valorizou 4,9%, enquanto os 10 principais fundos de investimento registraram uma perda média de 0,8%, de acordo com um experimento conduzido pelo site de comparação financeira finder.com.

    “Não demoraria muito até que um grande número de consumidores tentasse usar [ChatGPT] para obter ganhos financeiros”, disse Jon Ostler, CEO da Finder, em um comunicado no início desta semana.

    No mesmo período de oito semanas, o índice S&P 500, que acompanha as 500 empresas mais valiosas dos Estados Unidos, subiu 3%. O equivalente da Europa, o índice Stoxx Europe 600, subiu 0,5% nesse período.

    Um fundo de investimento típico reúne dinheiro de vários investidores e é supervisionado por um gestor de fundos que decide como investir esse dinheiro.

    Os analistas do Finder consideraram os 10 fundos mais populares do Reino Unido na plataforma de negociação Interactive Investor como referência para avaliar o desempenho do fundo gerado pelo ChatGPT. Fundos geridos pelo HSBC e Fidelity foram alguns dos selecionados.

    Os analistas pediram ao ChatGPT para selecionar ações com base em alguns critérios comumente usados, incluindo a escolha de empresas com baixo nível de endividamento e histórico de crescimento. Microsoft, Netflix e Walmart estavam entre as empresas selecionadas.

    Embora os principais fundos usem a IA há anos para apoiar suas decisões de investimento, o ChatGPT colocou a tecnologia nas mãos do público em geral, com o potencial de orientar as decisões dos investidores de varejo.

    Uma pesquisa com 2.000 adultos do Reino Unido realizada pelo Finder na semana passada mostrou que 8% já haviam usado o ChatGPT para aconselhamento financeiro, enquanto 19% disseram que considerariam fazê-lo.

    No entanto, 35% disseram que não considerariam usar o chatbot para ajudá-los a tomar decisões sobre seu dinheiro.

    Ainda assim, “os gerentes de fundos podem estar começando a olhar nervosamente por cima dos ombros”, disse Ostler.

    Perturbando as finanças

    Em um estudo publicado em abril, pesquisadores da Universidade da Flórida descobriram que o ChatGPT poderia prever os movimentos dos preços das ações de empresas específicas com mais precisão do que alguns modelos de análise mais básicos.

    Desde que a empresa de pesquisa Open AI abriu o acesso ao ChatGPT em dezembro, o chatbot surpreendeu os usuários com sua capacidade de fornecer respostas longas e sofisticadas a perguntas.

    Seus usos potenciais — desde escrever redações para o ensino médio até a distribuição de orientações médicas — levantaram preocupações de que a tecnologia pudesse fornecer informações enganosas, permitir que os alunos colassem nas provas e expulsar pessoas reais de seus empregos.

    Ostler, da Finder, disse que a abordagem “segura e recomendada” para investidores individuais é conduzir sua própria pesquisa ou falar com um consultor financeiro qualificado. Ele alertou que era muito cedo para os investidores confiarem suas finanças à IA.

    No entanto, “a democratização da IA ​​parece ser algo que vai atrapalhar e revolucionar os setores financeiros”, disse Ostler.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original