Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    CVM abre processo para investigar balanço da Magazine Luiza após erro

    Demonstrações financeiras do ano passado e as do primeiro semestre deste ano tiveram, em conjunto, uma redução de R$ 1,3 bilhão da conta de fornecedores

    Pessoas caminhando em frente loja da Magazine Luiza
    Pessoas caminhando em frente loja da Magazine Luiza Divulgação

    Carlos Eduardo Valim, do Estadão Conteúdo

    A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) informou que abriu um processo administrativo na terça-feira, 14, para investigar a informação de que a Magazine Luiza cometeu erros em seus balanços anteriores, no momento de registrar bônus para fornecedores que batessem metas.

    Com isso, as demonstrações financeiras do ano passado e as do primeiro semestre deste ano tiveram, em conjunto, uma redução de R$ 1,3 bilhão da conta de fornecedores, que seria compensada em parte por créditos tributários de R$ 503 milhões de PIS e Cofins, por conta de decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

    A CVM confirmou ao jornal, por meio de nota, a abertura do processo, mas informou que não comenta casos específicos. Os erros no balanço teriam sido descobertos depois de denúncia anônima, revelada pela empresa em março, e que foi investigada por auditoria externa conduzida pelo escritório TozziniFreire Advogados e pela PwC.

    A denúncia seria de que práticas de bonificação feriam o código de ética da companhia. Segundo a varejista, isso não se confirmou, mas foi descoberto que os bônus estavam sendo lançados nos balanços antes de se confirmar que as metas seriam atingidas.