Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Dona da AlliExpress é multada em quase US$ 1 bilhão pelo governo da China

    Ant Group, do bilionário Jack Ma, é acusado de quebrar regras de proteção ao consumidor e governança corporativa

    Wayne ChangAnna Coobanda CNN

    Taipei e Nova York

    Os principais reguladores financeiros da China multaram o Ant Group — a fintech fundada pelo bilionário Jack Ma — em cerca de 7,1 bilhões de yuans (US$ 994 milhões) por quebrar regras relacionadas à proteção do consumidor e governança corporativa.

    O Ant Group também quebrou regras relacionadas a “atividades comerciais em bancos e seguros, pagamentos, lavagem de dinheiro e vendas de fundos”, disseram a Comissão Reguladora de Valores Mobiliários da China, o Banco Popular da China e a Administração Reguladora Financeira Nacional em comunicado conjunto.

    “Cumpriremos os termos da penalidade com toda a seriedade e sinceridade e continuaremos a aprimorar ainda mais nossa governança de conformidade”, disse o Ant Group em comunicado.

    A empresa é uma afiliada da gigante do comércio eletrônico Alibaba, também foi fundada por Ma.

    As ações do Alibaba subiram acentuadamente na sexta-feira (7), quando os investidores pareciam apostar que as multas definiam uma linha sob uma repressão regulatória que começou em novembro de 2020, quando o Ant Group foi forçado a suspender seu IPO (abertura de capital) poucos dias antes do lançamento.

    A empresa estava prestes a arrecadar US$ 37 bilhões e se tornar a maior venda de ações da história.

    Isso marcou o início de uma campanha mais ampla do governo chinês para conter a iniciativa privada do país, que havia se tornado muito poderosa aos olhos do Partido Comunista.

    Em abril de 2021, o Alibaba foi multado em 18,2 bilhões de yuans (US$ 2,5 bilhões) — um recorde para a China — por práticas de monopólio.

    Guo Shuqing, chefe do Partido Comunista no Banco do Povo da China, disse à agência de notícias estatal Xinhua, em janeiro, que a repressão do governo havia acabado, com a expectativa de impulsionar o crescimento econômico, empregos e a competitividade da China no exterior.

    No mesmo mês, a Ma deixu o controle do Ant Group depois que a empresa passou os últimos dois anos reformulando seus negócios, de empréstimos ao consumidor a produtos de seguros, para apaziguar os reguladores.

    Desde então, o Alibaba anunciou planos de dividir seus negócios em seis unidades separadas, cada uma supervisionada por seu próprio presidente-executivo e conselho de administração.

    O Alibaba disse esperar que a nova estrutura permita construir empresas mais ágeis e que possam criar mais valor para os investidores.

    Separadamente, os reguladores financeiros da China também anunciaram uma multa de quase 3 bilhões de yuans (US$ 415 milhões) para a Tenpay, plataforma de pagamento online da Tencent, de acordo com informações publicadas no site do banco estatal chinês nesta sexta-feira.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original