Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Fed afirma que trajetória da economia dos EUA é “altamente incerta”

    Informação foi publicada na ata da última reunião do Fomc, divulgada nesta quarta-feira (11)

    Banco central americano manteve as taxas estáveis na última reunião
    Banco central americano manteve as taxas estáveis na última reunião REUTERS/Chris Wattie

    Da Reuters

    A ata da última reunião do Comitê de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), do Banco Central dos Estados Unidos, publicada nesta quarta-feira (11), revelou que a maioria dos membros enxerga a trajetória futura da economia do país como “altamente incerta”.

    “A grande maioria dos participantes continuou a julgar a trajetória futura da economia como altamente incerta”, afirmou a ata do encontro em que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) concordou em manter as taxas estáveis.

    A volatilidade dos dados e as revisões de divulgações estatísticas anteriores representaram um conjunto de problemas na avaliação da economia, afirmou a ata, assim como a determinação de parâmetros subjacentes, como a taxa de juro neutra, o impacto do aumento das taxas “reais” que são influenciáveis pelos mercados, e a até que ponto um crédito mais restritivo acabaria por reduzir os empréstimos e os gastos das empresas.

    Tudo isso, segundo o documento, “apoia o argumento para proceder com cuidado na determinação da extensão da consolidação adicional da política monetária que pode ser apropriada”, enquanto “os participantes no geral julgaram” que os riscos haviam se tornado mais ambivalentes.

    Embora os mercados globais de matérias-primas e um mercado imobiliário forte possam levar a uma inflação mais elevada, observou a ata, os mercados financeiros mais restritivos, o abrandamento do crescimento global e as recentes greves trabalhistas representam riscos para o crescimento econômico e o emprego.

    Embora as autoridades estejam publicamente alinhadas na ideia de que ainda há “trabalho a fazer”, com as principais medidas de inflação permanecendo bem acima de 3%, a ata mostrou uma preocupação crescente sobre os riscos de ir longe demais com os aumentos de juros e desacelerar a atividade tanto que faça com que as empresas demitam um grande número de trabalhadores.

    Autoridades do Fed disseram que o desempenho estável da economia, apesar dos aumentos agressivos das taxas nos últimos 19 meses, manteve o desemprego baixo, mesmo com a inflação caindo dos picos observados em meados de 2022.

    O debate é agora sobre se os preços continuarão a cair sem quaisquer aumentos adicionais das taxas, ou se será necessária uma política monetária ligeiramente mais restritiva.