Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Incertezas sobre declaração da cúpula e “foto de família” expõem arestas do G20, diz especialista

    Magnotta destacou as ausências dos presidentes chinês, Xi Jinping, e russo, Vladimir Putin, que estão relacionadas ao tensionamento de relações internacionais

    Fernanda Magnotta -
    Fernanda Magnotta - Exibição/ CNN

    Da CNN*

    A coordenadora de Relações Internacionais da FAAP, Fernanda Magnotta, disse em entrevista à CNN nesta sexta-feira (8) que incertezas quanto à declaração de líderes e à chamada “foto de família” expõe Cúpula do G20 “cercada de arestas”.

    “O acordo prévio para o documento que vai ser formalizado já passou por um debate enorme, e muitos indicam que os diplomatas e técnicos não conseguiram fechar um comum acordo. Isso sem contar que a ‘foto de família’, foto tradicional com os líderes, dizem, pode ser inviável desta vez”, disse.

    “É um encontro cercado de arestas que são difíceis de se aparar”, completou.

    Magnotta destacou as ausências dos presidentes chinês, Xi Jinping, e russo, Vladimir Putin, que estão relacionadas ao tensionamento de relações internacionais.

    Por conta da polarização que circunda a cúpula, para a especialistas trata-se de uma reunião “especial” e decisiva.

    “Esse é um G20 especial, porque acontece em um momento do mundo em que há polarização, a divisão de posições, a dificuldade de encontrar pontos de divergências”, indica.

    “Para uma estrutura do G20, que tem como premissa o consenso, podemos imaginar que pode haver uma paralisia”, completa.

    Assista à entrevista completa acima.

    O G20

    O G20 é considerado o principal foro mundial de cooperação econômica e financeira internacional.

    Os membros do grupo respondem por mais de 90% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial, por 75% do comércio global e 60% da população do planeta.

    O grupo foi criado em 1999 em resposta à crise financeira asiática e suas consequências internacionais. Na época, reunia apenas ministros de finanças e presidentes de bancos centrais.

    Em 2008, para enfrentar nova crise financeira internacional, passou a ter o formato atual, ao nível de chefes de Estado e de governo.

    Constituem o G20: África do Sul, Alemanha, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, China, Coreia do Sul, Estados Unidos, França, Índia, Indonésia, Itália, Japão, México, Reino Unido, Rússia, Turquia e União Europeia.

    Veja também: Líderes do G20 estão a caminho da Índia para cúpula

    Publicado por Danilo Moliterno.