Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ibovespa sobe 0,8% e dólar cai a R$ 5,20 de olho em regra fiscal e crise bancária

    Expectativa é que adiamento da viagem de Lula à China antecipe para os próximos dias a divulgação do projeto que deve substituir do teto de gastos

    O Ibovespa fechou em alta de 0,85% nesta segunda-feira (27), aos 99.670,47 pontos, recuperando perdas da semana passada e acompanhando o viés positivo de bolsas do exterior. O dólar caiu 0,82% e encerrou o dia cotado a R$ 5,208.

    No mercado doméstico, investidores seguem atentos à nova regra fiscal. Segundo apuração da analista de política da CNN, Basília Rodrigues, o adiamento da viagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à China deve antecipar a divulgação do substituto do teto de gastos para os próximos dias.

     

    Também foram bem recebidas declarações da ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, nesta tarde, com novos prognósticos para as contas públicas do país.

    Tebet afirmou que, com a nova regra de controle de gastos, deverá ser possível zerar o déficit fiscal a partir do final de 2024.

    Investidores seguem atentos ainda à indicação do novo diretor de política monetária do Banco Central, já que a exoneração de Bruno Serra Fernandes foi publicada no Diário Oficial da União nesta manhã.

    O substituto ainda não foi nomeado ao cargo, embora Lula tenha escolhido, no último dia 22, os indicados para as duas vagas abertas na diretoria da autoridade monetária: o executivo do mercado financeiro, Rodolfo Froés, e um funcionário de carreira do BC, Rodrigo Monteiro.

    No exterior, um acordo de compra de depósitos e empréstimos do Silicon Valley Bank pelo First Citizens ajudou a aliviar o nervosismo com a crise bancária, deflagrada pelo colapso de bancos norte-americanos de médio porte e do Credit Suisse.

    *Publicado por Tamara Nassif. Com informações da Reuters.