Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Japão começa a ficar sem espaço para enterrar frangos abatidos por gripe aviária

    País tem lidado com um surto recorde da doença nos últimos meses, pressionando a oferta dos animais e disparando o preço dos ovos

    Aves
    Aves Kalinovskiy/Getty Images

    Da CNN

    O Japão perdeu tantas galinhas para a gripe aviária que agora está ficando sem espaço para enterrá-las. A rede estatal japonesa NHK informou na terça-feira (4) que 16 das 26 prefeituras do país não tinham terras suficientes para descartar adequadamente as aves abatidas. Todas as 26 relataram ter sofrido surtos recentes da doença.

    Embora as autoridades locais e as fazendas muitas vezes matem e enterrem os animais para evitar a propagação do vírus, a escassez de terras agora retardou esses esforços, de acordo com a NHK.

    O Japão tem lidado com um surto recorde de gripe aviária nos últimos meses, pressionando a oferta de aves e disparando o preço dos ovos.

    Mais de 17 milhões de frangos foram abatidos nesta temporada, o maior número já registrado, informou a NHK. O país havia abatido quase 9,9 milhões de frangos no ano fiscal de 2020 por causa de outra crise de gripe aviária, seu recorde mais recente.

    Consequências dos surtos de gripe aviária

    Em um relatório deste mês, o banco Rabobank disse que os preços globais dos ovos “atingiram recordes” no primeiro trimestre de 2023, citando o impacto da gripe aviária em todos os países e os custos mais altos de ração para galinhas.

    Entre meados de 2020 e de 2022, os preços globais de ração animal dobraram, em grande parte devido às consequências da invasão russa da Ucrânia, destacou o documento.

    Agora, os preços globais “estão 2,5 vezes mais altos do que no ano base de 2007 e aumentaram mais de 100% desde o ano passado”, escreveu Nan-Dirk Mulder, analista sênior de proteína animal do Rabobank.

    A situação levou algumas pessoas ao redor do mundo a comprar suas próprias galinhas para garantir seu próprio suprimento de alimentos básicos.

    No Japão, os preços dos ovos atingiram uma alta recorde de 10 anos, cotados a 235 ienes (US$ 1,8) no mês passado, ainda de acordo com o Rabobank.

    “Os preços em muitos outros mercados também atingiram recordes históricos, incluindo Tailândia, Filipinas, Israel, Nova Zelândia, Nigéria, Quênia, Brasil, México e Argentina”, pontuou.

    A situação, porém, não deve melhorar muito este ano. Embora países como Japão e Estados Unidos já tenham experimentado aumentos nos valores, “esperamos que os preços permaneçam relativamente altos até 2023, especialmente em mercados fortemente afetados pela gripe aviária, altos custos e mudanças regulatórias”, escreveu Mulder.

    “Em outros mercados, haverá alguma queda nos preços, mas não para os níveis anteriores a 2021, pois os altos custos persistentes dos insumos mantêm os preços mais altos”, complementou.

    A gripe aviária é causada por infecções naturais entre aves aquáticas selvagens, de acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA. Aves infectadas podem transmitir o vírus para outros animais através de sua saliva e outras secreções corporais.

    *publicado por Tiago Tortella, da CNN

    Este conteúdo foi criado originalmente em espanhol.

    versão original