Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Consumo nos lares cresce 4% no 1º semestre, diz associação de supermercados

    Alta no primeiro semestre aconteceu graças ao pagamento de benefícios como auxílio emergencial e segunda parcela do 13º salário de beneficiários do INSS

    Leonardo Guimarães, do CNN Brasil Business, em São Paulo

     O consumo nos lares brasileiros acumulou alta real (já descontada a inflação) de 4,01% no primeiro semestre na comparação com o mesmo período de 2020, mostrou a Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Em junho, houve queda de 0,68% no índice contra o mesmo mês no ano passado. Os dados são do Índice Nacional de Consumo nos Lares Brasileiros. 

    A associação afirma que a alta no primeiro semestre aconteceu graças ao pagamento de benefícios como auxílio emergencial, segunda parcela do 13º salário de beneficiários do INSS e depósito do segundo lote da restituição do Imposto de Renda. 

    A Abras se diz otimista com o segundo semestre. A associação cita datas comemorativas como o Dia dos Pais, feriado de 7 de setembro, Dia das Crianças e Black Friday como esperanças de movimentações significativas. 

    “Estamos confiantes com a retomada gradual da economia, com o avanço da vacinação, o retorno da normalidade, os investimentos programados pelo setor para o segundo semestre do ano, e com as medidas de auxílio social, que estão sendo debatidas atualmente pelo governo federal”, diz Marcio Milan, vice-presidente da Abras.

    A expectativa da Abras é que o consumo nos lares brasileiros aumente 4,5% em 2021 na comparação com o ano passado. 

    Arroz à venda em supermercado no Rio de Janeiro
    Foto: REUTERS/Pilar Olivares