Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Eletrobras prevê alta de pedidos para rescisão de contratos de energia em função de preços

    Preços de alguns desses contratos estão em torno de R$ 190 por megawatt-hora, bastante acima do atual patamar do preço spot da energia, o PLD, que tem se situado no piso de R$ 69 por megawatt-hora

    da Reuters

    A Eletrobras tem recebido pedidos de clientes eletrointensivos para rescindir contratos ou reduzir volumes em meio ao cenário de preços baixos da energia no mercado de curto prazo, sendo esperado um aumento dessas solicitações ao longo deste ano e em 2024, disseram executivos da companhia nesta sexta-feira (5).

    Em teleconferência de resultados nesta sexta-feira, a empresa explicou que as ações se referem a contratos firmados no âmbito da Lei 13.182/15 envolvendo 1.241 MW médios de energia das usinas hidrelétricas Sobradinho e Itumbiara.

    Os preços de alguns desses contratos estão em torno de R$ 190 por megawatt-hora, bastante acima do atual patamar do preço spot da energia, o PLD, que tem se situado no piso de R$ 69 por megawatt-hora.

    “O consumidor que tomou essa decisão toma o risco de contratar essa energia até a preços superiores”, alertou o CEO da Eletrobras, Wilson Ferreira Júnior, lembrando que a tendência de preços da energia pode sofrer mudança brusca a depender de fatores como a hidrologia.