Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Entidades do setor de transportes organizam envio de alimento a rebanhos do RS

    Iniciativa quer abastecer propriedades rurais afetadas pelas enchentes no estado gaúcho

    Carretas vão transportar feno para alimentar animais de propriedades rurais atingidas pelas enchentes no RS
    Carretas vão transportar feno para alimentar animais de propriedades rurais atingidas pelas enchentes no RS CNT / Divulgação

    Isabella Marzollacolaboração para a CNN São Paulo

    A Confederação Nacional do Transporte (CNT), viabilizou o frete das carretas que vão transportar feno para alimentar os animais de propriedades rurais atingidas pelas enchentes que assolaram o Rio Grande do Sul.

    A entidade integra o Sistema Transporte, que ainda inclui Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SEST SENAT) e Instituto de Transporte e Logística (ITL).

    “Com a iniciativa realizada em parceria com o Sistema CNA/Senar, nós viabilizamos a logística a fim de contribuir para que a economia do estado recupere a sua produtividade e a população gaúcha retome as suas vidas”, afirmou o presidente do Sistema Transporte, Vander Costa.

    A CNT enviou nesta terça-feira (4) 3.250 bolas de feno, equivalentes a 1,4 mil toneladas, para abastecer propriedades rurais atingidas pelas enchentes no Rio Grande do Sul.

    Os primeiros lotes saíram de Chapecó (SC), transportadas em carretas, e devem chegar ao Parque Centenário Rui Ortiz, localizado em Soledade (RS), a partir desta quarta-feira (5), onde os alimentos serão distribuídos para regiões afetadas do estado.

    O Sistema Transporte também realizou visitas técnicas no estado com o objetivo de avaliar danos e prestar suporte aos transportadores e colaboradores do SEST SENAT da região.

    Na visita, a comitiva liderada pelo diretor de Relações Institucionais da CNT, Valter Souza, e pela diretora-executiva nacional do SEST SENAT, Nicole Goulart, foi levantada a necessidade de investimento em infraestrutura, iniciativas de isenção fiscal emergencial e temporária, fortalecimento de seguros de transporte e criação de um fundo emergencial para desastres naturais.

    Outra iniciativa do grupo é de apoio psicológico e abrigo aos gaúchos afetados pelas enchentes, através das unidades operacionais da SEST SENAT em Pelotas (RS), que tem funcionado como centro de distribuição de doações e a de Rio Grande (RS), como abrigo para mulheres e crianças em situação de vulnerabilidade.

    Atendimento psicológico

    O SEST SENAT também colocou à disposição das pessoas afetadas pelas inundações atendimento psicológico gratuito.

    Os profissionais responsáveis pertencem ao quadro nacional da Entidade e realizam o atendimento por videochamada ou presencialmente, nas unidades operacionais em funcionamento no estado.

    As consultas podem ser agendadas por contato telefônico: (54) 3217-3444.