Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Exposição com Lira “dentro da lata de lixo” aumentou pressão por mudança na Caixa

    Mudança já era esperada para atender uma demanda dos partidos de centro, mas ganhou celeridade, segundo integrantes da base do governo no Congresso

    Obra de arte trouxe crítica ao presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL); ele aparece dentro de uma lata de lixo em um quadrado de fundo laranja
    Obra de arte trouxe crítica ao presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL); ele aparece dentro de uma lata de lixo em um quadrado de fundo laranja Reprodução

    Pedro Teixeirada CNN Brasília

    O governo anunciou nesta quarta-feira (25) a demissão de Rita Serrano para nomear Carlos Antônio Vieira Fernandes como novo presidente da Caixa Econômica Federal. Economista e servidor de carreira da Caixa, Vieira foi uma indicação do presidente da Câmara, Arthur Lira.

    A mudança já era esperada para atender uma demanda dos partidos de centro, mas ganhou celeridade, segundo integrantes da base do governo no Congresso após Lira demonstrar “incomodo” com uma exposição de arte patrocinada pela Caixa. Em uma de suas obras, a imagem do presidente da Câmara aparece dentro de uma lata de lixo.

    Segundo interlocutores, Lira não conversou sobre o assunto com os auxiliares diretos do presidente Lula. A mensagem de incômodo teria sido levada ao Planalto por meio de deputados próximos aos dois.

    Em nota divulgada pelo Planalto, o governo informou que Rita Serrano “cumpriu na sua gestão uma missão importante de recuperação da gestão e cultura interna da Caixa Econômica Federal, com a valorização do corpo de funcionários e retomada do papel do banco em diversas políticas sociais, ao mesmo tempo aumentando sua eficiência e rentabilidade, ampliando os financiamentos para habitação, infraestrutura e agronegócio.’’

    Veja também: Governo demite presidente da Caixa Econômica Federal e nomeia substituto