Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Governo aponta pico da dívida bruta em 79,7% do PIB em 2027

    Previsão consta na Proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) de 2025 enviada nesta segunda-feira (15)

    A previsão é que a dívida bruta alcance 79,1% do PIB em 2026
    A previsão é que a dívida bruta alcance 79,1% do PIB em 2026 Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

    Fernanda Trisotto, Amanda Pupo e Célia Froufe, do Estadão Conteúdo

    O Ministério do Planejamento espera que a dívida bruta do governo geral (DBGG) chegará a 77,9% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2025. A previsão consta da Proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) de 2025, apresentada nesta segunda-feira (15) pela Pasta.

    A previsão é que a dívida bruta alcance 79,1% do PIB em 2026 e 79,7% do PIB em 2027.

    Será nesse ano, de acordo com a equipe econômica, que a dívida bruta atingirá seu pico. A partir do ano seguinte, se iniciaria uma trajetória de queda, conforme as estimativas, até que a dívida chegasse a 74,5% do PIB em 2034, último ano projetado.

    Em projeção divulgada em março, o Tesouro Nacional estimou 2026 como o ano para início do processo de estabilização da dívida em relação ao PIB, no cenário em que haveria superávit de 0,5% em 2025.

    No caso de frustração no esforço de arrecadação adicional, refletido no resultado primário, a dívida teria um pico em 2027 e iniciaria a trajetória de queda em 2029.