Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    JPMorgan tem lucro acima do esperado com resultado de negociações no mercado

    O resultado apresentado nesta terça-feira (13) foi um ponto positivo para o trimestre, mesmo com a pandemia impactando a economia dos Estados Unidos

    Fachada do banco JP Morgan
    Fachada do banco JP Morgan Foto: Stephanie Keith/Foto de arquivo/Reuters

    Da Reuters

    JPMorgan Chase superou com folga as estimativas de Wall Street para o lucro do terceiro trimestre, com a receita de negociações no mercado (trading) ultrapassando suas próprias expectativas em razão de uma recuperação nos mercados financeiros globais.

    O resultado apresentado nesta terça-feira (13) foi um ponto positivo para o trimestre, mesmo com a pandemia impactando a economia dos Estados Unidos, com milhares de empresas fechando e a taxa de desemprego disparando. As consequências econômicas da pandemia provocaram uma das piores recessões em décadas.

    Leia também:
    Dólar avança com investidores à espera de vacina e de olho no ajuste fiscal
    Mercado eleva projeção de inflação para 2,47% em 2020; PIB se mantém estável

    Além disso, o JPMorgan também se beneficiou pois fez provisões menores em comparação com os dois primeiros trimestres do ano. As receitas dos mercados de capitais e bancos de investimento também ajudaram a compensar as quedas em seus negócios de varejo. A receita com trading do banco saltou 30%, para US$ 6,6 bilhões.

    Maior banco dos EUA, reservou US$ 611 milhões para eventuais perdas com empréstimos, menos do que os US$ 10,5 bilhões que reservou para perdas futuras no trimestre anterior.

    Em termos de lucro líquido, o resultado do banco subiu para US$ 9,44 bilhões, ou US$ 2,92 por ação, no trimestre encerrado em 30 de setembro, contra US$ 9,1 bilhões, ou US$ 2,68 dólares por ação, um ano antes. Os analistas, na média, esperavam lucro de US$ 2,23 dólares por ação, de acordo com a Refinitiv.

    A margem financeira (NII) do JPMorgan caiu 9%, para US$ 13,1 bilhões de dólares, uma vez que o Federal Reserve, banco central norte-americano, manteve as taxas em quase zero para compensar o impacto da pandemia.

    Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook