Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula prometeu retirar MP do PIS/Cofins, diz presidente da CNI à CNN

    Segundo o presidente da Confederação Nacional da Indústria, Lula garantiu que não haveria mais a discussão com relação aos impostos

    Ricardo Alban, presidente da CNI
    Ricardo Alban, presidente da CNI Gilberto Sousa/ CNI

    Daniel RittnerMarina Demorida CNN

    Brasília

    O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Ricardo Alban, afirmou à CNN que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deve retirar de tramitação a Medida Provisória (MP) que limitou a compensação de créditos de PIS/Cofins para compensar a desoneração da folha de pagamentos.

    “As palavras do presidente foram de que estaria sendo retirada ou devolvida, dentro de uma negociação, obviamente vai envolver o executivo e o parlamento… retirada a Medida Provisória 1227 e que o assunto seria abordado dentro da relatoria que está com o senador Jaques Wagner (PT), da compensação da desoneração”, disse Alban.

    Segundo o presidente da Confederação, Lula garantiu que não haveria mais a discussão com relação a PIS/Cofins, mas que o debate em torno do tema seria amplo dentro do Congresso.

    “Felizmente há males que vêm para bem. Então a MP trouxe a oportunidade de chegar para o governo e dizer que não há espaço, definitivamente, para o aumento de carga tributária”, afirmou Alban.

    A MP foi assinada pelo governo na última terça-feira (4) para servir de compensação à desoneração da folha de pagamento de 17 setores da economia e de municípios até 2027.

    Com isso, a equipe econômica esperava um aumento de arrecadação de R$ 29,2 bilhões este ano para os cofres da União.

    *publicado por Pedro Zanatta.