Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Sabesp terá redução de 10% em tarifa social após privatização

    Desconto será financiado por fundo gerido pelo Governo de São Paulo

    Também haverá diminuições para outras modalidades, a conta residencial terá queda de 1%
    Também haverá diminuições para outras modalidades, a conta residencial terá queda de 1% Pedro Godoy/ExLibris/PMI

    Thiago Félixda CNN

    São Paulo

     

     

     

     

     

    O Governo de São Paulo anunciou, nesta quarta (17), o modelo de privatização da Sabesp. Uma das características da nova concessão é a redução de 10% na tarifa social, responsável por reduzir o valor da conta de acordo com a renda do consumidor.

    Também haverá diminuições para outras modalidades. A conta residencial terá queda de 1%, já as comerciais e industriais terão 0,5% de corte.

    “O saneamento vai ficar mais barato? Vai porque a gente já definiu o percentual de desconto na tarifa social e vulnerável. É um desconto extremamente relevante, a gente está falando em 10% e consegue garantir isso”, afirmou governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos)

    Para que os descontos possam ser aplicados, a empresa utilizará recursos do Fundo de Apoio à Universalização do Saneamento Básico no Estado de São Paulo (FAUSP).

    O fundo será financiado por 30% do valor obtido no processo da desestatização da empresa, além dos dividendos pagos pela Sabesp à gestão paulista.

    “A gente tem hoje um plano na Sabesp que tem um aumento tarifário em virtude da quantidade de investimentos. A lógica tarifária de hoje olha os próximos quatro anos e já coloca na tarifa algo que ainda vai ser feito”, explicou a secretária estadual de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística, Natália Resende.