Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Brasil caminha para se tornar ‘maior agricultura verde do planeta’, diz Tereza Cristina

    A poucos dias da COP 26, ministra diz que país tem problemas, mas que sua agricultura é sustentável

    Tereza Cristina participou da cerimônia de entrega do Prêmio Mérito Agropecuário deputado Homero Pereira, na Câmara dos Deputados
    Tereza Cristina participou da cerimônia de entrega do Prêmio Mérito Agropecuário deputado Homero Pereira, na Câmara dos Deputados Reila Maria - 27.out.2021/Câmara dos Deputados

    Murillo Ferrarida CNN*

    Em São Paulo

    A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, afirmou nesta quarta-feira (27) que a agricultura brasileira é sustentável e caminha para se tornar a “maior agricultura verde do planeta”.

    “Estamos num período da COP, onde o Brasil tem que mostrar… infelizmente muita gente joga como se a agricultura brasileira não fosse essa agriculta real que nos temos. Temos problemas? Temos. Mas na dimensão da nossa agricultura eu posso afirmar que ela é sustentável e caminha a passos cada vez mais largos para ser cada vez mais sustentável e a maior agricultura verde do planeta”, disse a ministra.

    Tereza Cristina participou da cerimônia de entrega do Prêmio Mérito Agropecuário deputado Homero Pereira, na Câmara dos Deputados, na qual ela foi uma das agraciadas (veja a lista abaixo).

    A ministra elogiou ainda o trabalho da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e todos os anos de pesquisa, de ciência, de tecnologia para chegar ao que ela chamou de “pujança do nosso agro”.

    “E o produtor rural, que foi essencial porque ele ‘comprou’ esse trabalho, essa ciência, essa pesquisa, e acompanhou e vem produzindo cada vez melhor e de maneira sustentável”, disse.

    O Prêmio Mérito Agropecuário deputado Homero Pereira foi instituído em 2014 e é concedido a cidadão ou instituição cujos trabalhos ou ações tenham-se destacado nos campos científico, de pesquisa, de desenvolvimento, de inovação e de sustentabilidade na área da agricultura, pecuária, abastecimento e desenvolvimento rural.

    Veja a lista dos premiados em 2021:

    • Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias – ministra da Agricultura, responsável por diversos programas nas áreas de exportação, sustentabilidade, preservação do meio ambiente e inovação tecnológica;
    • Celso Luiz Moretti – engenheiro agrônomo e pesquisador da Embrapa, onde atua na pesquisa, desenvolvimento e inovação para a sustentabilidade da agricultura;
    • Ordemilk Ltda – empresa de produtos da linha bovina, suína, cuja informatização da ordenha e do rebanho em sistemas on-line auxiliou no gerenciamento das propriedades, facilitando a produção rural;
    • Ernst Götsch – agricultor e pesquisador suíço, formado em Ciência Genética. Pioneiro dos Sistemas Agroflorestais (SAFs) no Brasil, é referência nacional e internacional em sistemas agroflorestais e agricultura sintrópica;
    • Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra) – responsável pelo “Verde é Vida”, programa de educação socioambiental e rural que fortalece e diversifica a educação no meio rural, buscando sustentabilidade e proteção da criança e do adolescente e a valorização da família do campo;
    • Grupo Schmidt Agrícola – empresa dedicada à produção de fibras, grãos e frutas, que acredita que o investimento constante em tecnologia proporciona melhor aproveitamento do tempo e da terra, gerando mais frutos e retorno dos recursos investidos;
    • Paulo do Carmo Martins – economista e pesquisador da Embrapa Gado de Leite, desenvolve estudos de inteligência de mercado e competitividade e eficiência da cadeia produtiva do leite e derivados;
    • Ricardo Faria – engenheiro agrônomo e fundador da Granja Faria, considerada uma das maiores e mais renomadas empresas produtoras de ovos do Brasil. A empresa criou um sistema de integração de produção de ovos férteis, em parceria com a BRF;
    • Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) – entidade que defende os produtores junto ao governo federal, Congresso Nacional e tribunais superiores do Poder Judiciário. O Instituto CNA desenvolve tecnologias produtivas alternativas e divulga informações técnicas e científicas para o meio rural;
    • Josivane Caiano da Silva – líder comunitária e presidente da Associação dos Produtores e Agricultores Rurais do Assentamento Santa Catarina (PB), que auxilia no plantio de algodão orgânico e desenvolveu um projeto de tingimento natural à base da planta Anileira;
    • Francisco Wanderley Dantas (in memorian) – ex-governador e ex-deputado pelo Acre, implantou no estado uma agricultura com sólida base técnica, estudo do terreno amazônico, produção em escala e implantação da pecuária com genética de ponta.

    (*Com informações da Agência Câmara de Notícias)