Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    XP aumenta para 4% projeção do IPCA 2024 após reajustes da Petrobras

    Antes, a projeção era de 3,8%

    XP aumenta para 4% projeção do IPCA 2024 após reajustes nos preços dos combustíveis
    XP aumenta para 4% projeção do IPCA 2024 após reajustes nos preços dos combustíveis ullstein bild via Getty Images

    Carol Raciunas

    A XP Investimentos elevou para 4% a projeção do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2024, conforme relatório publicado nesta quarta-feira (10). Antes, a projeção era de 3,8%. 

    O aumento veio após os reajustes nos preços da gasolina e gás de cozinha, anunciado pela Petrobras na segunda-feira (8)

    A estatal publicou aumento de 7,1% nos preços da gasolina para as distribuidoras, enquanto o gás de cozinha foi reajustado em 9,8%.

    A XP ainda destacou que a Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom) estima que “os preços domésticos da gasolina estejam, em média, 9% defasados ante a paridade internacional.”

    Com isso, a XP incorporou as altas de preços como permanentes no cenário de inflação para 2024.

    Foi destacado ainda que a alta da gasolina deve impactar o Índice em 0,17 ponto percentual (p.p.), o GLP (gás liquefeito de petróleo) em 0,04 p.p.

    Enquanto isso, o etanol deve ter impacto indireto em 0,01 p.p.

    Na atualização mês a mês, julho teve aumento de projeção de 0,13% para 0,36%, enquanto agosto aumentou de 0,01% para 0,13%. Já para setembro, foi mantida a projeção de 0,08%. 

    Para 2025, foi mantida a projeção em 4,3%.

    A variação de preços subiu 0,21% no mês passado, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicados mais cedo, mostrando desaceleração ante alta de 0,46% em maio.