Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mercado eleva previsões para Selic e IPCA em 2023 e 2024 e piora PIB do ano

    Essa é a nona semana consecutiva que indicador referente a este ano é revisado para cima pelo boletim Focus; para o 2024, é a quarta semana seguida de alta

    Elis Barretoda CNN

    Brasília

    O mercado financeiro elevou sua projeção do IPCA, que mede a inflação oficial no país, para 2023 e para 2024, segundo Boletim Focus, divulgado nesta segunda-feira (13) pelo Banco Central.

    Para este ano, o índice deve chegar a 5,79%, ante a uma projeção de 5,78% na semana passada. Essa é a nona semana consecutiva que agentes econômicos revisam para cima o indicador.

    Já para 2024, a precisão é que o IPCA chegue a 4%, ante 3,93% na semana anterior. Essa é a quarta vez seguida que o mercado eleva a projeção para o próximo ano.

    Outro indicador revisado para cima é a Selic, taxa básica de juros da economia, que foi projetada em 12,75% para 2023, ante 12,50% na semana anterior. Essa é a primeira projeção de alta da Selic para este ano.

    Para 2024, a previsão é que a Selic chegue em 10% para o próximo ano, ante 9,75% na semana anterior.

    O crescimento econômico do país também foi atualizado, mas para baixo. Segundo o Focus, o mercado espera que o PIB cresça 0,76% em 2023. Na semana passada, o Focus trazia uma projeção de 0,79 para o crescimento do país.

    Para 2024, a previsão para o PIB se manteve estável em 1,5%.

    A previsão para taxa de câmbio também registrou estabilidade, e deve ficar em R$ 5,25 em 2023, e R$ 5,30 em 2024, segundo cálculos de agentes econômicos ouvidos pelo BC.

    Veja as principais projeções:

    • Alta do IPCA de 5,79% em 2023, frente 5,78% na semana anterior
    • Alta do IPCA de 4% em 2024, frente 3,93% na semana anterior
    • Selic em 12,75% no final de 2023, ante 12,50% na semana anterior
    • Selic em 10% no final de 2024, ante 9,75% na semana anterior
    • Crescimento do PIB em 2023 de 0,76%, ante 0,79% na semana anterior
    • Crescimento do PIB em 2024 de 1,50%, ante 1,50% na semana anterior
    • Taxa de câmbio de R$ 5,25 no final de 2023, contra R$ 5,25 na semana anterior
    • Taxa de câmbio de R$ 5,30 no final de 2024, contra R$ 5,30 na semana anterior