Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Bolsas da Europa sobem após eleição britânica e à espera de dados dos EUA

    Ações do setor imobiliário se destacavam no mercado inglês, com ganhos de 2,5% a mais 4%, uma vez que o manifesto trabalhista prometeu acelerar a construção de moradias

    Por volta das 6h45 (de Brasília), o índice pan-europeu Stoxx 600 tinha alta de 0,43%, a 519,77 pontos
    Por volta das 6h45 (de Brasília), o índice pan-europeu Stoxx 600 tinha alta de 0,43%, a 519,77 pontos Reuters/Suzanne Plunkett

    Estadão Conteúdo

    As principais bolsas europeias operam em alta na manhã desta sexta-feira (5), após a vitória do Partido Trabalhista nas eleições gerais do Reino Unido e em meio ao bom desempenho de ações de tecnologia, enquanto investidores aguardam novos dados do mercado de trabalho dos EUA.

    Em Londres, o índice acionário FTSE 100 subia 0,23% às 7h (de Brasília), após os trabalhistas conquistarem uma vitória histórica no Parlamento britânico, dando fim a 14 anos de governos conservadores.

    Ações do setor imobiliário se destacavam no mercado inglês, com ganhos de 2,5% a mais 4%, uma vez que o manifesto trabalhista prometeu acelerar a construção de moradias.

    Por volta das 6h45 (de Brasília), o índice pan-europeu Stoxx 600 tinha alta de 0,43%, a 519,77 pontos.

    Apenas o subíndice de tecnologia avançava 1,2%, após a alemã Aixtron, que fabrica equipamentos para a indústria de semicondutores, divulgar forte resultado de encomendas e a sul-coreana Samsung Electronics estimar um aumento de quase 16 vezes em seu lucro operacional trimestral.

    Em Frankfurt, a ação da Aixtron saltava 16,5%.

    Nas próximas horas, a atenção vai se voltar para o relatório de emprego dos EUA, o chamado payroll, que pode ser decisivo para as chances de o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) começar a cortar juros neste segundo semestre.

    Mais cedo na Europa, a indústria alemã decepcionou com uma inesperada queda de 2,5% na produção de maio, enquanto as vendas no varejo da zona do euro subiram 0,1% no mesmo período, menos do que o esperado.

    Entre outras bolsas europeias, às 7h (de Brasília), a de Paris avançava 0,51%, a de Frankfurt ganhava 0,95% e a de Milão subia 0,58%.

    Já a de Madri caía 0,04% e a de Lisboa se mantinha estável.

    Também no radar, está o segundo turno da eleição parlamentar da França, no domingo (07).

    A expectativa é que a extrema direita francesa não consiga obter maioria absoluta em meio à mobilização de partidos de esquerda e de centro.