Montadora chinesa BYD anuncia investimentos de R$ 3 bilhões em complexo de fábricas na Bahia

Grupo afirmou em comunicado que a produção nacional permitirá preços mais competitivos

Montadora chinesa BYD assume a antiga fábrica da Ford em Camaçari (BA)
Montadora chinesa BYD assume a antiga fábrica da Ford em Camaçari (BA) Uma visão geral dos visitantes observando modelos da BYD, fabricante de automóveis chinesa, durante evento um dia antes da abertura oficial do Salão do Automóvel de Munique 2023 (IAA Mobility), em Munique, Alemanha04/09/2023REUTERS/Leonhard Simon

Da CNN*

em São Paulo

A chinesa BYD anunciou nesta terça-feira (4) que investirá R$ 3 bilhões em um complexo industrial em Camaçari, na Bahia, previsto para começar a operar no segundo semestre de 2024.

O grupo automotivo afirmou em comunicado que a produção nacional permitirá preços mais competitivos.

A BYD pretende iniciar a operação de três fábricas ao mesmo tempo. Uma planta estará dedicada à produção de chassis para ônibus e caminhões elétricos; outra focada em automóveis híbridos e elétricos; e a terceira voltada ao processamento de lítio e ferro fosfato para o mercado externo.

A unidade de autos híbridos e elétricos terá capacidade estimada em 150 mil unidades ao ano na primeira fase, segundo a companhia, podendo chegar a 300 mil unidades.

O investimento deve gerar mais de 5 mil empregos e pretende priorizar fornecedores locais, de acordo com a empresa.

A BYD inaugurou sua primeira fábrica no Brasil em 2005, em Campinas (SP), onde produz ônibus elétricos e painéis fotovoltaicos, e tem uma fábrica de baterias para veículos elétricos em Manaus.

A companhia também tem dois projetos de monotrilho no Brasil, um em Salvador e outro em São Paulo.

No segundo trimestre de 2023, a montadora ultrapassou a Tesla e registrou vendas recordes de veículos híbridos e elétricos.

Ao todo, entre abril e junho, a empresa vendeu mais de 700 mil veículos, quase o dobro do número vendido no mesmo trimestre do ano passado e estabelecendo um novo recorde trimestral.

Sai Ford, entra BYD

A montadora chinesa BYD assume a antiga fábrica da Ford em Camaçari (BA). Um evento com a presença do governador, Jerônimo Rodrigues (PT), e da vice-presidente global da companhia, Stella Li, no Farol da Barra, em Salvador, marcou o novo momento da planta industrial.

As negociações acerca da compra da antiga fábrica da Ford pela montadora chinesa foram iniciadas em 2022, num empreendimento que deve consumir R$ 3 bilhões, segundo a BYD.

As tratativas foram feitas após reuniões na China e no Brasil com executivos do grupo, o governador do estado e o presidente Lula.

Fábricas fechadas

Ford anunciou em janeiro de 2021 o fim da produção de carros no Brasil e o fechamento das fábricas em Taubaté (SP), Horizonte (CE) e Camaçari (BA). O pólo baiano era responsável pela entrega dos modelos EcoSport e Ka.

A montadora norte-americana já havia anunciado, em 2019, o fim da produção na fábrica de São Bernardo do Campo (SP).

À época, em comunicado emitido à CNN, a Ford afirmou que “a pandemia de Covid-19 amplificou a persistente capacidade industrial ociosa e a queda nas vendas, que resultaram em anos de perdas significativas”.

Em 2022, a montadora vendeu apenas 20,5 mil unidades – número 44,8% menor em comparação a 2021 e 90% abaixo ao registrado na pré-pandemia, segundo dados divulgados pela Fenabrave.

*Publicado por Ana Carolina Nunes. Com informações de Reuters