Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Apple ultrapassa Microsoft como empresa mais valiosa do mundo com impulso de IA

    Ações chegaram a quase 4% mais cedo, atingindo um recorde de U$ 215,04, o que lhe conferiu um valor de mercado de U$ 3,29 trilhões

    A capitalização de mercado da Microsoft ficou em U$ 3,24 trilhões, ficando atrás da Apple pela primeira vez em cinco meses.
    A capitalização de mercado da Microsoft ficou em U$ 3,24 trilhões, ficando atrás da Apple pela primeira vez em cinco meses. 13/9/2023 - Reuters/Aly Song/Arquivo

    Reuters

    A Apple mais uma vez se tornou a empresa mais valiosa do mundo nesta quarta-feira (12), tirando a Microsoft do primeiro lugar, conforme a fabricante do iPhone avança em uma corrida para dominar a tecnologia de inteligência artificial (IA).

    Suas ações chegaram a saltar quase 4% mais cedo, atingindo um recorde de U$ 215,04, o que lhe conferiu um valor de mercado de U$ 3,29 trilhões.

    A capitalização de mercado da Microsoft ficou em U$ 3,24 trilhões, ficando atrás da Apple pela primeira vez em cinco meses.

    A alta das ações ocorre no momento em que o índice de tecnologia Nasdaq atinge um recorde com novos sinais de arrefecimento da inflação.

    As ações da Apple subiram mais de 7% na sessão anterior, um dia depois de a companhia revelar uma série de recursos habilitados para IA.

    E também aprimoramentos de software para seus dispositivos, medidas que, segundo vários analistas, impulsionarão as vendas do iPhone.

    Na conferência anual de desenvolvedores da Apple, realizada na segunda-feira (10), executivos, incluindo o presidente-executivo Tim Cook, destacaram como a assistente de voz Siri será capaz de interagir com mensagens, e-mails, calendários e aplicativos de terceiros.

    A gigante da tecnologia ficou atrás de rivais como a Microsoft e a Alphabet, proprietária do Google, no campo em alta da IA, razão pela qual suas ações tiveram um desempenho inferior este ano em comparação com seus pares.

    Algumas das preocupações com o fraco desempenho de suas ações.

    No entanto, diminuíram depois que a Apple superou as expectativas do mercado em relação aos resultados trimestrais e às previsões em maio, revelando ainda um plano de recompra recorde de U$ 110 bilhões.

    As ações da Apple têm alta de cerca de 12% até agora em 2024, enquanto a Microsoft sobe cerca de 16% e a Alphabet quase 28%.