Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Banco Central não é perfeito, diz Campos Neto sobre demora na queda da Selic

    Presidente do BC justificou que todos os bancos centrais têm duas variáveis de erro: subir os juros demais ou subir os juros de menos

    Campos Neto afirmou que foi um erro a queda de juros em 2%, ocorrida em agosto de 2020, durante a pandemia
    Campos Neto afirmou que foi um erro a queda de juros em 2%, ocorrida em agosto de 2020, durante a pandemia 15/02/2023REUTERS/Adriano Machado

    Cristiane Nobertoda CNN

    Brasília

    Ao ser questionado se o Banco Central errou por demorar a iniciar o ciclo de corte na taxa básica de juros, o presidente da instituição, Roberto Campos Neto, afirmou que o “Banco Central não é perfeito” e que a autoridade monetária pode cometer erros.

    Campos Neto justificou que todos os bancos centrais têm duas variáveis de erro: subir os juros demais ou subir os juros de menos, mas que devem ser feitos com menos custo social.

    O presidente do BC afirmou que foi um erro a queda de juros em 2%, ocorrida em agosto de 2020, durante a pandemia de covid-19.

    “Então sempre tem erro de análise, e a gente tenta minimizar esse tipo de erro. No mundo emergente fazer isso com quebra de credibilidade, é muito danoso para as pessoas e para o governo (…). Então sim, tem vários tipos de erro de análise, de erro de interpretação, o BC não é perfeito”, afirmou durante na Comissão de Finanças e Tributação (CFT), da Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira (27).

    (Em atualização)