Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Onda de calor: Departamento de Energia dos EUA declara situação emergência energética no Texas

    Rede elétrica do estado americano enfrenta um aumento repentino da demanda devido às temperaturas recordes

    Condições extremas podem fazer com que rede elétrica dos EUA apresente falhas
    Condições extremas podem fazer com que rede elétrica dos EUA apresente falhas REUTERS/Paulo Santos

    Matt Eganda CNN

    Em meio à onda de calor, o Departamento de Energia dos Estados Unidos declarou situação de emergência para que o fornecimento de energia seja mantido no Texas.

    A rede elétrica do estado enfrenta um aumento repentino da demanda devido às temperaturas recordes.

    A ordem, emitida na noite da última quinta-feira (7), deve permitir que as usinas de energia do Texas ultrapassassem os limites de poluição até a noite desta sexta-feira (8) para atender à demanda “excessivamente alta”.

    Jennifer Granholm, secretária de energia dos EUA, afirmou no pedido que “existe uma emergência no Texas devido à escassez de energia elétrica, à escassez de instalações para a geração de energia elétrica e outras causas”.

    Em meio à onda de calor que atinge o país, a demanda de energia para a utilização de aparelhos como ar condicionado, por exemplo, tem sobrecarregado a rede elétrica do estado, que tem recebido reforço de parques eólicos e solares.

    A cidade de Dallas registrou temperatura de 41,6ºC na última quinta-feira (7) — a maior temperatura já registrada desde 2012.

    Já San Antonio ultrapassou os 37ºC todos os dias desde o início do mês. A cidade teve 17 dias de temperaturas acima dos 40ºC este ano, superando o recorde de 3 dias em 2011.

    O Conselho de Confiabilidade Elétrica do Texas (Ercot, na sigla em inglês), que supervisiona a principal rede elétrica do estado, também entrou com um pedido de emergência na última quarta-feira (6).

    O Ercot afirmou que cortes no fornecimento de energia podem ser necessários se a demanda não diminuir ou se não houver oferta adicional.

    Embora os apagões tenham sido evitados até agora, o Conselho pediu aos moradores locais que economizassem energia devido à situação crítica.

    Na manhã desta sexta-feira (8), o site da Ercot indicava que havia “energia suficiente para a demanda atual”, mas espera-se que a oferta e a demanda voltem a diminuir.

    Veja também: Países da Europa enfrentam onda de calor extremo

    Publicado por Amanda Sampaio, da CNN.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original