Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ônibus é o principal meio de transporte do viajante brasileiro, mostra pesquisa

    Brasileiros mais jovens e mais ricos viajaram mais nos últimos 6 meses do que pessoas mais velhas e de renda menor, revela o levamento

    Os principais motivadores das viagens são passeio (38%), visitas à família (32%) e trabalho (22%)
    Os principais motivadores das viagens são passeio (38%), visitas à família (32%) e trabalho (22%) Getty Images

    Julliana Lopesda CNNPedro Zanattado CNN Brasil Business

    em São Paulo

    Uma pesquisa exclusiva obtida pela CNN aponta que 61% de quem viajou fez ao menos um dos deslocamentos utilizando o ônibus rodoviário como meio de transporte, seguido pelo carro de passeio que foi utilizado por 41% dos viajantes.

    O levantamento foi feito pela consultoria Quaest em pareceria com a Buser e entrevistou 2.060 pessoas entre os dias 26 de abril e 5 de maio, com a probabilidade de que 95% dos resultados retratarem o momento atual, considerando a margem de erro (de 2.2 pontos percentuais).

    A forte alta no preço dos combustíveis estaria fazendo os brasileiros, especialmente aqueles com orçamento mais limitado, buscarem formas de se locomover com mais economia, avalia a pesquisa.

    O avião ficou em terceiro lugar entre os modais mais utilizados. Brasileiros com mais de 5 salários mínimos foram os que mais optaram pelas aeronaves (21%). Já entre quem ganha até 2 salários mínimos, apenas 6% recorreu ao modal aéreo.

     

    Gênero

    As mulheres utilizam mais os ônibus de linha do que os homens, mas não viajam de carro tanto quanto os eles.

    Segundo a pesquisa, 64% das mulheres viajaram por ônibus de linha ou da rodoviária nos últimos seis meses, contra 58% dos homens.

    Por outro lado, 45% dos homens utilizaram o carro de passeio particular como transporte, contra 38% das mulheres.

    Renda

    De acordo com a pesquisa, a renda é o principal fator para a frequência com que os brasileiros viajaram nos últimos 6 meses: quanto maior a renda, maior o volume de viagens.

    Enquanto 17% dos viajantes com renda até 2 salários mínimos fizeram ao menos 6 viagens, esse número sobe para 32% entre aqueles com renda mais elevada, com mais de 5 salários mínimos.

    Os entrevistados com renda de até 2 salários mínimos e moradores das regiões Norte e CentroOeste são os que mais utilizaram ônibus.

    Por outro lado, os mais ricos e os moradores das regiões Sul e Sudeste viajaram mais de carro particular.

    Faixa etária

    Além da renda, a pesquisa traz o recorte da faixa etária dos viajantes. Brasileiros mais jovens e mais ricos viajaram mais nos últimos 6 meses do que pessoas mais velhas e de renda menor.

    Entre aqueles com idade entre 16 a 30 anos, 54% deles viajaram nos últimos 6 meses. Já entre os brasileiros entre 50 anos ou mais, 42% dos respondentes disseram que realizaram uma viagem no mesmo período.

    Destinos

    Quando perguntados para onde costumam viajar, 30% dos brasileiros viajam para outra cidade, sendo que 23% dos brasileiros viajam tanto para dentro quanto para fora de seu estado.

    Os principais motivadores das viagens são passeio (38%), visitas à família (32%) e trabalho (22%). Apenas 4% viaja por motivos de saúde, como ir a um hospital ou médico.

    Na análise por região, passeio é a principal resposta no Norte (43%), Sudeste (39%) e Nordeste (37%). Já nas regiões Centro-Oeste (42%) e Sul (39%), a principal razão pela qual brasileiros viajam é por razões familiares.

    Considerando a renda, passeio é a principal razão pela qual os mais ricos viajam (40%), seguidos dos mais pobres (39%), que viajam na mesma proporção por razões familiares.

    Já em relação à idade, os mais jovens viajam mais por razões familiares (42%), seguido de passeio (39%). Já a faixa intermediária (39%) e superior (36%) viajam mais a passeio.